Translate this blog

Pesquisar este blog

8.30.2012

Aviso de desligamento: Coordenadoria de Turismo e Eventos

Caros colegas e amigos,

Escrevo para informar que, por motivos eminentemente pessoais, estou me desligando da Coordenadoria de Turismo e Eventos da Secretaria de Cultura e Turismo da Estância Balneária de Praia Grande. Acompanharei meu pai em um tratamento de saúde na capital paulista, o que inviabiliza a continuidade do trabalho que temos realizado.

Ao longo dos últimos 11 meses, alcançamos resultados bastante expressivos. Destaco a organização de eventos como o Festejo de Iemanjá (2011) e o Praia Games (2012) (Programa Pedro Alcântara), a co-realização de projetos como o 'Roda SP', o ‘Turismo do Saber: Interior na praia’ e ‘Melhor Viagem SP’ – estes em parceria com a Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo – e a adesão às ações empreendidas pela APRECESP. Asseguro que ficou mais do que patente a necessidade de se profissionalizar a gestão pública em nosso segmento. Missão cumprida.

No que refere-se a promoção do destino, gostaria de destacar a realização do vídeo turístico produzido em parceria entre o governo do Estado de São Paulo e a Embratur. Foi uma experiência fantástica que resultou no material que apresento a seguir:



Naturalmente, agradeço ao Sr. Secretário pelo convite e a oportunidade de aprender com os demais colegas da SECTUR. A maturidade de um profissional mede-se pela qualidade dos frutos que ele cultiva e faz crescer. Trabalhei diretamente na criação das propostas de governo para o turismo do candidato a prefeitura de Praia Grande Alberto Mourão e indiretamente às da cultura. Estou convencido de que um belo trabalho surgirá nos anos que virão.

Retomarei a vida empresarial, focando na realização de workshops e treinamentos da [RH em Hospitalidade], bem como na organização do SEHLIPA 2013 em Praia Grande, planejado para o dia 19 de abril do próximo ano. Adianto o tema do evento: Empreendedorismo & Inovação.

Até o final do ano estaremos empenhados no Prêmio Top Blog 2012, concurso nacional de blogs no qual somos concorrentes na categoria empreendedorismo. Lembro que o blog [RH em Hospitalidade] foi um dos 30 mais votados da edição anterior dessa premiação, então vejo que poderemos ir muito mais além nesse ano.

Disponibilizo a seguir meus contatos para que possamos empreender e avançar juntos:

Assessoria: www.rhemhospitalidade.com
Atendimento eletrônico: (13) 3302-3499
Atendimento remoto: (13) 8136-3397 | 7826-5489
ID: 55*921*2724
MSN: aristidesfls@hotmail.com
Skype: aristidesfaria

Um forte abraço!!

Sucesso sempre,

Aristides Faria
Consultor | Palestrante
[RH em Hospitalidade]



..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.

Observatório político: Santos para Todos: #time45

..:: Participe de mais um grande evento da coligação Santos para Todos, que será realizado na Portuguesa Santista, a partir das 19h. É o momento da arrancada, para consolidar propostas de uma cidade com oportunidades iguais para todos os santistas, com muito trabalho e dedicação.


..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.

Pacote para portos prevê R$ 30 bi em cinco anos

..:: Por Daniel Rittner | Valor Online

O pacote de infraestrutura que a presidente Dilma Rousseff finaliza na área de portos atrairá investimentos de R$ 30 bilhões em até cinco anos, segundo estimativas oficiais. Além da concessão de três novos portos à iniciativa privada, que já era esperada pelo mercado, o governo prepara um conjunto de mudanças de alto impacto para o funcionamento de terminais privativos e dos terminais públicos arrendados antes da lei 8.630 (Lei dos Portos).

Ao contrário do pacote de rodovias e ferrovias, que teve como carro-chefe o anúncio de projetos que totalizam R$ 166 bilhões, o destaque na área de portos é a definição de um novo marco regulatório para o setor. Ele deverá destravar investimentos superiores a R$ 10 bilhões na ampliação e modernização dos terminais arrendados antes de 1993 - a maioria deve ter prorrogação dos contratos, pelo período necessário para a amortização desses investimentos, obedecendo a um prazo máximo de 25 anos.

Além disso, pelo menos três novos projetos serão construídos e administrados pelo setor privado: os portos de Ilhéus (BA), de Manaus (AM) e o porto de águas profundas em Vitória (ES). Terminais privativos - incluindo aqueles com carga própria preponderante - também poderão sair do papel em alguns casos.
De acordo com auxiliares de Dilma, a tendência do governo é retirar as atribuições do Conselho de Autoridade Portuária (CAP) - instância de decisão dentro da estrutura de governança dos portos - de homologar tarifas e planejar o arrendamento de novas áreas. Na avaliação do Palácio do Planalto, a composição paritária dos conselhos (governo, operadores, usuários e trabalhadores) gera conflito de interesses e inviabiliza a administração eficiente dos portos.
A função de planejamento será assumida pela Secretaria de Portos, sob acompanhamento direto do Conselho Nacional de Integração de Políticas de Transporte (Conit), hoje praticamente esquecido, que ganhará um novo impulso com os pacotes lançados pela presidente. Ele é formado por ministros da área.

Uma das ideias avaliadas foi a concessão de toda a estrutura administrativa de dois portos - Salvador e Vitória - como forma de testar um modelo totalmente privado. Hoje, esses portos são geridos pela Companhia Docas da Bahia (Codeba) e pela Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), respectivamente. Esse caminho, no entanto, não foi levado adiante nas discussões e hoje está praticamente descartado.

O marco regulatório dos portos, em fase final de elaboração, tem a intenção de encerrar a longa disputa entre operadores de terminais públicos e de terminais privativos. A ordem de Dilma é "acabar com a reserva de mercado" e "criar um ambiente competitivo". Tudo indica que haverá flexibilização do decreto 6.620, editado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2008, que colocou um freio nos novos investimentos no setor.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A.

..:: Matéria completa no Valor Online

..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.

8.29.2012

Observatório político: Paulo Alexandre Barbosa ::: #time45

..:: Por: Aristides Faria [RH em Hospitalidade]

O poder público municipal deve ser mobilizador de um processo amplo de inclusão, geração e promoção de oportunidades de negócios, emprego e renda. O desenvolvimento turístico está fortemente atrelado à força empreendedora da iniciativa privada, assim, o terceiro setor configura-se como o balizador desse relacionamento.

De um lado a prefeitura orienta os investimentos por meio da elaboração, implementação e fiscalização de dispositivos legais eficientes e eficazes, bem como de pesquisas mercadológicas que auxiliem o empresário na tomada de decisão; por outro lado, alinhado com a administração pública municipal, o empresariado local deve aplicar recursos no sentido de consolidar a política desenvolvimentista em voga; mediando esse diálogo, o terceiro setor dever constituir-se não como uma terceira via como apregoa-se, mas como um meio para o balanço entre os objetivos sociais e de mercado perseguidos pelo executivo e o empresariado.

As propostas de governo do candidato Paulo Alexandre Barbosa a prefeito da cidade de Santos parecem caminhar nesse sentido. Apresenta-se a seguir os três tópicos – entre 45 – que referem-se ao Turismo:

..:: Plano de Marketing do turismo com maior apoio à realização de eventos

A captação de eventos – e investimentos de um modo mais amplo – é um esforço tripartite, ou seja, em parte do poder público (municipal e regional), dos empresários ligados à cadeia produtiva dos eventos e do terceiro setor também.

A proposta apresentada pelo candidato é profícua e consolida um movimento iniciado há cerca de duas décadas. Atualmente, entidades como a Associação Comercial de Santos (ACS) e, em especial, o Santos e Região Convention & Visitors Bureau atuam, entre outras frentes, na captação e promoção de eventos em diversos segmentos.

É importante observar que as ações voltadas a atração de negócios não são isoladas, isto é, encontram-se contempladas em um plano de marketing maior, mais amplo. Sediar eventos – abertos ao grande público ou não – deve ser característica de uma cidade, mas não a finalidade dessa localidade enquanto um destino. Santos deve assumir sua posição de sede da metrópole e fomentar a hospedagem, a visitação e os eventos nas demais cidades da região.

..:: Criação do Festival internacional do Café

A ACS, citada anteriormente, promove o Seminário Internacional do Café, evento que está em sua vigésima edição. Nesse sentido, em convergência com a proposta referente ao Plano de Marketing, a proposta de criação de um festival alusivo ao tema ‘café’ é bastante interesse e tem potencial para ser bastante produtiva, tal qual a cadeia produtiva do café.

Um festival que carrega essa temática contempla natural e diretamente apreciadores, baristas, comerciários, investidores, traders, transportadores, produtores, estudantes e pesquisadores. A proposta, compreendida com a devida importância, poderá assegurar a Santos e região posição no rol dos principais destinos nacionais de eventos.

É certo, entretanto, que para fazer frente a um mercado exigente e tecnicamente qualificado, o setor de serviços deve igualmente qualificar-se para acolher aos visitantes oriundos desses eventos. Muito além de cursos instrumentais e profissionalizantes, o empresariado tem de investir em ferramentas e inteligência gerencial.

..:: Ecoturismo na área continental

O município de Santos possui um potencial latente imensurável nesse segmento. Há produtos já formatados, mas que não caracterizam-se como pacotes, o que aumenta a receita da empresa que o comercializa e ‘facilita’ a venda desses produtos em um mercado mais amplo.

A oferta de pacotes e facilidades, por exemplo, para acompanhantes de participantes em eventos sediados na cidade, potencializa o fator de atratividade da cidade para eventos de duração maior de dois ou três dias.

Serviços como traslado, hospedagem, alimentação e entretenimento são determinantes ao promotor de um evento que reunirá profissionais de uma determinada área na cidade. Ao proporcionar possibilidades de obtenção de uma experiência agradável aos participantes e seus eventuais acompanhantes o organizador de um evento assegura sucesso ao evento.

Mais uma vez, o empresariado e o terceiro setor, em estreita parceria com o poder público local, têm de trabalhar em conjunto no planejamento estratégico e operacional, na comunicação, na comercialização e no pós-venda desses produtos.

..:: Observatório político ::..

São breves observações em torno das propostas do candidato a Prefeitura de Santos Paulo Alexandre Barbosa. Minhas reflexões são independentes e fazem parte de um processo ambicioso iniciado em 2007. O blog [RH em Hospitalidade] não restringe-se a multiplicar informações... mas a criar conteúdo.

Um forte abraço!

Sucesso sempre,

Aristides Faria


..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.


Gerar e agregar valor às pessoas e capitalizar o invesmento

Caros amigos,

Há aproximadamente cinco anos fiz uma escolha profissional: empreender. Criei um blog. Tímido, sim, mas ansioso por leitores e contatos. Desde então nossa proposta foi conectar pessoas, gerando oportunidades e criando negócios.

O lucro nunca esteve à frente de nossos propósitos e valores, talvez por isso tudo tenha se desenvolvido de modo extremamente natural e fluido. Aliás, me parece ser essa a essência da própria Hospitalidade: o interesse legítimo.

Depois de algum tempo o blog [RH em Hospitalidade] tornou-se uma empresa. Com o sucesso do blog e do sistema de comunicação que iniciamos em 2007 surgiram muitas oportunidades. O turnig point, já em 2008, foi o convite para integrar a diretoria executiva da Associação Brasileira de Bacharéis em Turismo do Estado de São Paulo (ABBTUR São Paulo). Depois, a eleição ao Conselho Deliberativo da Associação Brasileira de Recursos Humanos do Estado de São Paulo (ABRH SP). Paralelamente, palestrei em diversos municípios e estados. Conheci muitas, muitas pessoas... e é, justamente, o blog e mais recentemente as redes sociais que possibilitam a manutenção desses contatos.

Gerar e agregar valor às pessoas e capitalizar todo esse investimento/conhecimento é o mote para os próximos cinco, dez, quinze anos. Criei um alicerce tremendo e é chegada a hora de consolidar resultados.

Estamos novamente engajados no Prêmio Top Blog. Somos um dos 30 mais populares blogs de empreendedorismo do país. Vote e ajude-nos a surpreender novamente: http://www.topblog.com.br/2012/index.php?pg=busca&c_b=241689

Agradeço seu voto e, sobretudo, a amizade de sempre!

Um forte abraço!

Sucesso sempre,

Aristides Faria

..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.

8.28.2012

Os entraves ao desenvolvimento da bolsa

..:: Por: André Rocha, Seção Conjuntura ::: Valor Online

Juros reais no menor patamar da história, baixo nível de desemprego, aumento da renda real, desempenho da economia brasileira superior ao das economias de países desenvolvidos. Apesar desse cenário, a bolsa brasileira ainda patina. Quais razões impedem o seu pleno desenvolvimento e travam sua rentabilidade? Como atrair novos investidores?


Responda rápido. Qual índice tem melhor desempenho em 2012: o Ibovespa ou o da bolsa francesa, o CAC 40? Tomando por base o cenário de crise na Europa, muitos apostariam no índice brasileiro. Errariam. Até 27/08, o CAC subia 9,2% e o Ibovespa em euros caía 2,0%.

A composição do Ibovespa, muito concentrada em setores de commodities e em bancos, explica esse desempenho. As ações de Petrobras (PETR4 e PETR3) e Vale (VALE5 e VALE3) representam quase 25% do índice. A crise na Europa, o baixo crescimento americano e a desaceleração da China prejudicam o setor de commodities. A incerteza sobre a demanda desses produtos tende a deprimir o preço, prejudicando as ações do setor. Outro setor de relevo no Ibovespa é o bancário. Itaú Unibanco (ITUB4 e ITUB3), sua controladora Itaúsa (ITSA4) e Bradesco (BBDC4 e BBDC3) representam 13% do Ibovespa. Apesar de os bancos brasileiros terem pouca exposição ao mercado europeu, a crise bancária na região contamina os bancos brasileiros. Como o mercado brasileiro apresenta maior liquidez, as ações dos bancos locais sofrem mais, apresentando desconto significativo em relação aos seus competidores latinos. Escrevi sobre o tema no post “Os bancos brasileiros não são mais rentáveis?”, de 30/07/12.

Assim, o cenário externo afeta diretamente o Ibovespa. Reflexo disso, apesar da economia brasileira estar em melhor forma do que a economia americana, o Ibovespa apresenta maior volatilidade do que o S&P500. (Veja post “O Ibovespa é mais arriscado do que o S&P500. Até quando?”, de 17/02/12).

Para resolver essa situação, a bolsa necessita de mais opções de companhias com atividades voltadas para o mercado doméstico. Após 2004, diversas empresas acessaram a bolsa brasileira aumentando o universo com essa característica. Contudo, poucas com liquidez. Assim a demanda por esse tipo de companhia direcionou-se para as poucas ações líquidas - a de bebidas Ambev (AMBV4), a de aluguéis de carros Localiza (RENT3), a de fumo Souza Cruz (CRUZ3) e a distribuidora de gás e derivados de petróleo Ultrapar (UGPA3), por exemplo. Esse movimento elevou o múltiplo das ações dessas companhias a ponto de o mercado discutir atualmente se esses papéis não se encontram esticados.

Após 2004, investidores estrangeiros invadiram a bolsa brasileira. Inicialmente os fundos dedicados à América Latina (os “Latam funds”). Posteriormente, fundos com foco em ações de emergentes globais, os fundos GEM (“global emerging market”), passaram a investir nas companhias brasileiras.

Contudo, a composição atual da bolsa brasileira afasta outros potenciais investidores estrangeiros. A alocação de ativos no mercado acionário brasileiro não contribui para aumentar a diversificação da carteira do investidor em decorrência da grande correlação do Ibovespa com a condição macroeconômica internacional.


Assim, para a bolsa brasileira ganhar atratividade e reduzir sua volatilidade é necessário que ações de companhias com novas teses de investimento acessem o mercado. E, de preferência, com liquidez suficiente para atrair qualquer tipo de investidor estrangeiro.

Para o pleno desenvolvimento da bolsa brasileira, o ingresso do investidor pessoa física também se faz necessário. Esse investidor, em regra, não possui problemas de investir em ações menos líquidas. Logo tende a ser um importante investidor das ações de menor capitalização de mercado (“small caps”). A atual redução dos juros reais tende a atrair novos investidores. Mas a alteração da política monetária precisa ser estrutural e não decorrente apenas do momento atual. Será necessário mais um ou dois anos para termos certeza se esse novo cenário de juros baixos é permanente. Por enquanto, apenas 0,6% dos contribuintes que entregaram declaração do imposto de renda em 2012 são aplicadores regulares de renda variável.

Outro tipo de investidor que tende a buscar a bolsa em busca de maior rentabilidade são os fundos de pensão. De acordo com a Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (Abrapp), investimentos em ações representavam 30,6% do patrimônio dos fundos de pensão em março/12, percentual muito similar ao de dezembro/04, de 30,1%. Tal como para o investidor pessoa física, a queda dos juros precisa ser consistente para trazer os fundos de pensão para a bolsa.

Em resumo, uma composição mais diversificada da bolsa e a manutenção dos juros reais baixos são alguns dos aspectos vitais para atrair novos investidores para o nosso mercado acionário.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A.

..:: Leia mais no Valor Online

..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.

Oportunidades de qualificação no setor turístico

..:: Oportunidade de qualificação na área do Turismo ::..

Curso básico de Agende de Viagens realizado entre 03 e 14 de setembro de 2012 (19h00 às 22h00)

..:: Info: Nomenclatura e códigos IATA; Geografia turística do Brasil usando Google Earth; Montagem de pacotes no sistema CVC; Roteiros de viagens, passeios, visitas e reservas em Hotéis; Noções de atendimento ao cliente; Noções de sistemas GOL e AZUL Linhas Aéreas; Marketing em vendas; Atuação em agência.
Investimento: R$ 390,00 (parcelamos em 7x pelo site www.rh.tur.br)

..:: Oportunidade de qualificação na área do Turismo ::..

Curso básico sobre SABRE realizado entre 17 e 28 de setembro (19h00 às 22h00)

Um curso destinado para quem quer atuar no mercado de viagens internacionais. Esse profissional está em falta no mercado de agencias e operadoras de turismo, e praticamente não tenho mais nenhum currículo para oferecer as agências de viagens de Goiânia, Brasília e São Paulo. Ministrado por instrutor credenciado ao sistema SABRE.

..:: Investimento ::..

R$ 390,00 (parcelamos em 7x pelo site www.rh.tur.br)

Promoção COMBO

Curso Básico para Agentes de Viagens + Curso SABRE = R$ 590,00 (parcelamos em 7x pelo site www.rh.tur.br)

Aluno com média superior a 8,0 será encaminhado para o mercado de trabalho

..:: Serviço ::..

Rua 4, nº 515 sala 1019 (10º andar)
Ed. Parthenon Center
Centro, Goiânia (GO)

..:: Info ::..

Goiânia +55 (62) 3229 4000
Brasília +55 (61) 4063 6320
São Paulo +55 (11) 4063 2527

www.rh.tur.br

..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.

8.27.2012

Dia Nacional do Psicólogo ::: 27.08

..:: Dia do Psicólogo ::: 27.08 ::..

O profissional de psicologia é, como o próprio nome da teoria sugere, um conhecedor da mente humana. A palavra deriva do grego e significa psyche (mente ou alma) e logos (conhecimento), ou seja, "ciência da alma": sua definição mais antiga.
Tudo começou com os filósofos, os primeiros a fazer especulações em relação a problemas psicológicos, em busca de respostas sobre a natureza da alma e de sua relação com o corpo. Daí o costume de se dizer que a filosofia é a mãe da psicologia ou que os filósofos foram os precursores dos psicólogos.


Hoje, a definição da psicologia é outra e cabe ao psicólogo "estudar os fenômenos da mente e do comportamento do homem com o objetivo de orientar os indivíduos a enfrentar suas dificuldades emocionais e ajudá-los a encontrar o equilíbrio entre a razão e a emoção".

O objeto de estudo do psicólogo é o comportamento humano e o seu principal objetivo é compreender o homem.

Apesar desse intuito de compreensão não ser uma característica somente do profissional de psicologia - temos também o antropólogo, o sociólogo e o economista procurando o mesmo -, fica visível que estes dão ênfase, sobretudo, aos grupos e sociedades, enquanto aquele se fixa no indivíduo.

Isto também não significa que o psicólogo só veja o indivíduo em separado, fora do coletivo, mas sim que enxerga o homem como a unidade do grupo.

Veja algumas das divisões desse estudo:

- psicologia da personalidade - ocupa-se dos diagnósticos e desenvolvimento das personalidades.
- psicologia social - estuda o comportamento dos indivíduos dentro do grupo.
- psicologia comparativa - compara o comportamento animal com o do homem.
- psicologia do desenvolvimento - avalia as mudanças que acontecem com o indivíduo.
- psicologia experimental - analisa os fenômenos psicológicos com fenômenos naturais, em condições monitoradas em laboratório.
- psicologia clínica - tratamento das neuroses e demais problemas psíquicos.

Para quem anda pensando em seguir essa profissão, alguns conhecimentos podem ajudar a se definir na escolha. Uma delas é saber sobre o seu futuro campo de atuação, ou seja, onde e como poderá trabalhar.

O psicólogo pode atuar não apenas em consultórios, mas ainda em escolas, dando orientação vocacional; em empresas, participando de processos de seleção de funcionários; em hospitais, atendendo a pacientes e seus familiares; e mesmo na área de pesquisa, avaliando perfil do consumidor.

Também pode trabalhar como psicólogo esportivo, preparando os atletas emocionalmente, ou como psicólogo educacional, auxiliando pais e professores a solucionar problemas de aprendizagem.

O campo é bem amplo. A psicologia jurídica é outra área desse universo de opções. Como psicólogo jurídico, você vai acompanhar processos de adoção ou de violência a menores ou, em caso de presídios, avaliar os detentos.

Seja qual for a sua escolha, o importante é saber que você vai estar lidando com pessoas em seus sentimentos, medos e desejos. E que isto requer muito cuidado.
O curso de psicologia vai dar a você, nos períodos iniciais, uma visão dos diferentes aspectos da psicologia: história, teoria e principais correntes.

Também haverá aulas enfocando matérias sobre saúde, como neurologia, por exemplo.

Mais adiante é que o aluno vai se deparar com as disciplinas profissionalizantes e optativas, como pedagogia do excepcional, problemas de aprendizagem e orientação vocacional. Nesse momento, é a hora de optar por uma área de especialização.

No caso de quem pretende clinicar, o estágio é obrigatório, mas todos, uma vez formados, deverão se registrar no Conselho Regional de Psicologia.

O curso tem duração de quatro anos, para o bacharelado, e cinco, para quem deseja ainda a formação clínica, para atendimento em consultório.

Fonte: IBGE Teen

..:: Leia mais: Dia do Psicólogo - 27 de Agosto

..:: Fonte: http://mensagensepoemas.uol.com.br/psicologos/dia-do-psicologo-27-de-agosto-4.html#ixzz24lwVkQ3S

..:: Uma homenagem [RH em Hospitalidade] ::..

..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.

8.24.2012

Troféu Marketing & Empreendedores 2010 | Aristides Faria


..:: "Na noite da última sexta-feira, dia 23.7, o consultor empresarial Aristides Faria foi premiado com o Troféu Marketing e Empreendedores 2010, durante cerimônia realizada no Hotel Tivoli Mofarrej, em São Paulo. O evento, promovido pela Revista Top of Business, visa reconhecer as iniciativas de profissionais considerando talento, produtividade e, principalmente, capacidade de empreender" ::: Revista Top of Business | São Paulo, 2010 ::..


..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.


Abrace Santos TV ::: Cuidar, Avançar, Inovar



..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.


8.21.2012

Top Blog 2012: Categoria 'Empreendedorismo' ::: Vote!


Caros amigos e leitores,

Venho informar que a [RH em Hospitalidade] está concorrendo pelo quarto ano consecutivo ao Prêmio Top Blog. Fomos finalistas nas três edições em que participamos. Em 2009 e 2010 ficamos entre os 100 blogs mais votados na categoria ‘Variedades Profissionais’ e em 2011 o blog [RH em Hospitalidade] classificou-se entre os 30 mais votados na categoria ‘Empreendedorismo’.

A marca é resultado de um extenso e intenso trabalho interdisciplinar e coletivo. Cada leitor, cada colaboração e sugestão de pauta é considerada um tijolo nessa grande obra. Nosso blog é conhecido em mais de 20 países, bateu a marca de 95.000 leitores, é publicado em 4 idiomas e está no ar há 5 anos. Desde 2007, então, temos cooptado parceiros e fomentado ações em áreas como Turismo, Hotelaria, Gastronomia, Negócios, Marketing, Eventos e, naturalmente, Empreendedorismo.

O blog [RH em Hospitalidade] é resultado de um empenho sem medida, de um investimento cíclico e de muito diálogo. Se há algum sucesso é por conta da firmeza de propósito. O que foi escrito no primeiro dia (03.10.2007) mantém-se até hoje e manter-se-á no futuro.

Nada – nunca – será maior que nosso desejo em ajudar os jovens a ingressas no mercado de trabalho e os profissionais do setor de serviços a crescer e prosperar no mundo dos negócios. A rede de comunicação que criamos e alimentamos há cinco anos tem auxiliado-me a manter aquecidos contatos iniciados há tempos, além disso, a reaproximar pessoas conhecidas há tempos.

Agradeço de coração pela permanente colaboração e a amizade que compartilhamos desde sempre! Obrigado!! Muito obrigado!!

Peço seu voto no Prêmio Top Blog 2012!!

Um forte abraço!

Sucesso sempre,

Aristides Faria
Consultor | Palestrante
[RH em Hospitalidade]

..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.

Gentileza no Trabalho: A Ferramenta do Século 21

Caros leitores,

Gostaria de compartilhar a mensagem que recebi há instantes... o colega Luiz Gabriel Tiago, o Sr. Gentileza, recebeu o prêmio "Prêmio Ser Humano - Oswaldo Checchia".

Parabenizo ao amigo ao mesmo tempo em que transmito a mensagem!!

Meus parabéns, Luiz!!!

Um forte abraço!

Sucesso sempre,

Aristides Faria

"Prezados,

Gostaria de dividir com vocês uma grande conquista em minha carreira profissional.No último dia 15 de Agosto fui premiado com o primeiro lugar no "Prêmio Ser Humano - Oswaldo Checchia", em São Paulo.

Essa premiação é devida ao programa de treinamentos "Gentileza no Trabalho - A Ferramenta do Século 21", como o melhor formato de Gestão de Pessoas 2011/2012.

Com isso, os treinamentos relacionados à Gentileza agora são reconhecidos e recomendados pela ABRH Nacional (Associação Brasileira de Recursos Humanos) por sua funcionalidade e eficácia para os resultados nas empresas.

Caso haja o interesse, solicite uma proposta e terei o maior prazer em estar com suas equipes e implantando a Gentileza como estratégia para o sucesso profissional-comportamental e alavancando os resultados.

..:: Contatos: srgentileza@attitudeplan.com.br

Abraços,

Luiz Gabriel Tiago
Sr. Gentileza


..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.

8.16.2012

BHG pretende inaugurar 25 hotéis até 2015

..:: Por: Alberto Komatsu | Valor OnLine

A Brazil Hospitality Group (BHG), empresa de investimentos em hotéis do fundo de private equity GP Investments, pretende alcançar a marca de 70 hotéis no país até o fim de 2015, com 25 novos empreendimentos e uma oferta de 13,027 mil quartos.

Deste total de ativos, 16 empreendimentos deverão ser próprios, 36 de terceiros e 18 com participação mista. O plano foi divulgado na manhã de hoje durante teleconferência para comentar os resultados do segundo trimestre, apresentados ontem.

A BHG encerrou o segundo trimestre deste ano com 45 hotéis, ou o equivalente a 7.700 apartamentos em operação. São 15 empreendimentos de propriedade da BHG, 25 de terceiros e 5 com participação mista.
A companhia BHG deverá encerrar 2012 com mais três hotéis, sendo dois em construção em Belém e um em Maceió. Com isso, a empresa vai acumular 8.923 quartos, incluindo a perspectiva de obter a autorização final da Justiça para operar o Sofitel, hotel de alto padrão em Copacabana, Zona Sul do Rio, que é alvo de disputa judicial com a atual administradora do empreendimento, a rede francesa Accor.
É difícil fazer previsões para o fim do ano por causa de uma mudança no segmento, com a desvalorização de 25% do real em relação ao dólar. No verão, muitos brasileiros deverão deixar de viajar para fora. Embora nosso foco seja turismo de negócios, isso deve aumentar a ocupação dos nossos hotéis com turistas de lazer”, afirmou Peter van Voorst Vader, presidente da BHG.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A.

..:: Leia mais no Valor OnLine

..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.

Observatório Político | Luiz Guimarães, Santos e Região CVB (Avirrp 2010)



..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.

Accor planeja construir 20 hotéis no Rio até 2016

..:: Por Paola de Moura | Valor OnLine

A rede Accor de hotéis anunciou hoje que está fechando contratos para construção de mais cinco hotéis no Rio, além dos nove já em andamento. O grupo ainda negocia outros seis empreendimentos no Estado. “O objetivo é chegar a 2016 com 35 hotéis no Rio”, conta o diretor de desenvolvimento para a América Latina, Abel Castro. Hoje, o grupo opera 15 empreendimentos no Estado.

O investimento total nas construções dos 14 hotéis já contratados será de R$ 440 milhões. A maior parte do gasto virá de parceiros, como a construtora Galwan, a Performance Empreendimentos e o fundo de investimentos Host. Dos 14 hotéis já contratados, sete serão na capital. O grupo está fechando contrato para construir seu segundo Ibis em Copacabana. “O primeiro ficará pronto em 45 dias”, conta Castro.

Sobre a possibilidade de ter hotéis de luxo na cidade, Castro explica que os terrenos onde esses empreendimentos poderiam ser construídos estão muito caros, custando mais de 50% do valor do hotel, o que inviabiliza o negócio. Mas o diretor afirma que a empresa continua estudando esta possibilidade e que seria importante trazer para o Rio marcas como a MGallery ou um novo Sofitel na Barra da Tijuca.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A.

Leia mais no Valor OnLine

..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.

Accor prevê operar 35 hotéis no Rio até 2016

..:: Por Paola de Moura | Valor OnLine | Do Rio

A rede Accor de hotéis anunciou ontem que está fechando contratos para construção de mais cinco hotéis no Rio, além dos nove já em andamento. O grupo ainda negocia outros seis empreendimentos no Estado. "O objetivo é chegar a 2016 com 35 hotéis no Rio", conta o diretor de desenvolvimento para a América Latina, Abel Castro. Hoje, o grupo opera 15 hotéis no Estado.

Com isso, o investimento subirá de R$ 204 milhões, para R$ 424 milhões. A maior parte do gasto virá de parceiros, como a construtora Galwan, a Performance Empreendimentos e o fundo de investimentos Host. Dos 14 hotéis já contratados, sete serão na capital. Os outros estão em Itaguaí, Itaboraí, Nova Iguaçu, Duque de Caxias e Macaé. O grupo está fechando contrato para construir seu segundo Ibis em Copacabana. "O primeiro ficará pronto em 45 dias", conta Castro.
Sobre a possibilidade de ter hotéis de luxo na cidade, Castro explica que os terrenos onde esses empreendimentos poderiam ser construídos estão muito caros, custando mais de 50% do valor do hotel, o que inviabiliza o negócio. Mas o executivo afirma que seria importante trazer para o Rio marcas como a MGallery ou um novo Sofitel na Barra da Tijuca. E diz que empresa continua a estudar projetos. "Nós compramos as redes Caesar Park do grupo Posadas", lembra, se referindo à aquisição dos 11 hotéis da rede no Brasil por US$ 275 milhões.
Castro acrescenta que atualmente é mais fácil e rentável construir hotéis econômicos no Rio. "Se você olhar o terreno do consulado da Áustria, na praia de Copacabana, seria ótima localização [para um hotel de luxo]. Mas custa mais de 50% do projeto. Fica inviável", reclama. "Em alguns projetos econômicos, conseguimos ir além dos 15% recomendáveis porque o mercado está aquecido, mas com tarifas maiores", explica. Segundo ele, é por isso que um Ibis no Santos Dumont ou na avenida Paulista, em São Paulo, têm diária de cerca de R$ 220 e em outras regiões custa de R$ 20 a R$ 50 menos.

Nos próximos meses a rede deve anunciar ainda mais dois hotéis na região do Porto Maravilha, no Rio, um em Campos e outro em Volta Redonda. A rede ainda negocia com a Ancar a construção de dois Ibis no shopping Nova América, na Zona Norte do Rio.

Em 2011, a empresa faturou no Brasil R$ 700,6 milhões, uma alta de 27,7% em relação à 2010.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A.

..:: Leia mais no Valor OnLine

..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.

Observatório Político | TV perde influência na eleição americana

..:: Por: Emily Steel | Valor OnLine | Financial Times, de Nova York

Os eleitores americanos estão cada vez mais desatentos à propaganda política que tomou conta das ondas eletromagnéticas durante esta campanha eleitoral, segundo estudo de hábitos de consumo de mídia.

Quase um terço dos prováveis eleitores não assistiu à TV ao vivo nos últimos sete dias, segundo uma pesquisa realizada em junho pela editora digital Say Media, juntamente com duas consultorias de propaganda política e dois profissionais de pesquisa de opinião que representavam, cada um, os democratas e os republicanos.
Os entrevistados assistiram a uma média de 20 horas de vídeo por semana, mas quase metade desse tempo foi em plataformas que facilitam a evasão aos comerciais, como a internet ou gravadores digitais de vídeo. Das pessoas consultadas que têm gravadores digitais de vídeo, 85% disseram ter pulado as peças publicitárias durante pelo menos 75% do tempo.
A campanha de 2012 provocou uma disparada da publicidade política, paga por comitês de ação política conhecidos como "super PACs" e por outros grupos externos autorizados por decisão de 2010 da Suprema Corte do país. Mas os resultados do estudo ilustram como as mudanças de hábito de consumo de mídia estão dificultando cada vez mais a possibilidade de os candidatos chegarem aos eleitores somente com peças publicitárias na TV.

Por anos a TV dominou os orçamentos das campanhas políticas americanas destinados à publicidade. Cerca de 66,8% do total de dólares gastos na política nos EUA - ou US$ 6,6 bilhões - serão encaminhados às emissoras de rádio e TV e à TV a cabo neste ano, segundo a empresa de pesquisa Borrell Associates.

Mas os profissionais atuantes nas campanhas políticas têm atualmente de se perguntar se anúncios na TV ainda terão influência sobre os eleitores. Limitar-se a requentar estratégias testadas e aprovadas de publicidade política não funciona mais. Em eleições acirradas, com diferenças apertadas, as campanhas que utilizam as estratégias de propaganda digital mais experientes obtêm cada vez mais vitórias, segundo as consultorias políticas.

"Muitas campanhas tapam o sol com a peneira", disse Josh Koster, da Chong + Koster, uma consultoria de publicidade digital que trabalha para os democratas e foi coautora do estudo. "Muitas pessoas estão usando o plano de mídia do ano passado."
Num reconhecimento de que os eleitores estão empregando novas ferramentas para consumir mídia, como tablets e smartphones, as campanhas políticas estão recorrendo cada vez mais a tecnologias digitais para conquistar votos. Mitt Romney, o candidato republicano à Presidência, anunciou seu escolhido para o cargo de vice-presidente por meio de um aplicativo para telefone celular que estimulava os usuários a compartilhar a notícia com amigos pelas redes sociais. A campanha de Barack Obama criou um aplicativo móvel que emprega dados dos eleitores e tecnologia de localização para que as equipes de campanha localizem os democratas das redondezas.
Entre as outras técnicas de propaganda digital que os eleitores americanos deverão ver nos próximos meses estão os sofisticados direcionamento de publicidade on-line, mídia social e uma técnica de comprar espaço em uma rede de propaganda, de maneira que os anúncios de um político apareçam em quase todas as páginas visitadas pelos usuários.

Mas, apesar da badalação, apenas 1,5% do dinheiro gasto em propaganda política - ou US$ 159,2 milhões - deverá ser canalizado para a publicidade política on-line neste ano, segundo prevê a empresa de consultoria e pesquisa Borrell Associates.

O levantamento da Say Media foi realizado por meio de consulta telefônica nacional junto a 800 eleitores; mais 332 eleitores de Ohio e 335 da Flórida foram ouvidos para se obter uma compreensão maior das principais questões em Estados considerados decisivos para o resultado final das eleições.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A.

..:: Leia mais no Valor OnLine

..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.


Observatório Político | PSDB avança na Baixada Santista, dizem pesquisas

..:: Por: Raphael Di Cunto | Valor OnLine

Puxado pela candidatura do deputado estadual Paulo Alexandre Barbosa em Santos, o PSDB caminha para um inédito crescimento na Baixada Santista, terceira região mais populosa do Estado, com 1,6 milhão de habitantes, e que está em plena expansão com os projetos para extração do pré-sal. Das nove prefeituras da região, os tucanos comandam duas e, segundo as primeiras pesquisas, disputam o primeiro lugar em três cidades e lideram isolados em outras duas.

Já o PT tem um cenário bem menos favorável. O partido só administra um município, Cubatão. Bem avaliada, a prefeita Marta Rosa está à frente na pesquisa feitas pelo Instituto de Pesquisas A Tribuna (Ipat), com 43,2% das intenções de voto, contra 28,2% do ex-prefeito Nei Serra (PSDB), mas os petistas estão consideravelmente atrás dos adversários em todas as outras oito cidades.

Principal liderança do PT na região, a deputada estadual e ex-prefeita de Santos Telma de Souza tem caído nas pesquisas e corre risco de perder no primeiro turno para o Paulo Alexandre Barbosa, ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia no governo Geraldo Alckmin (PSDB).

O tucano vence a petista até em zonas tradicionalmente simpáticas a ela e registrou o dobro de intenção de voto no geral: 40,9% a 19%. Se vencer, será o primeiro tucano eleito em Santos, cidade em que nasceu uma das maiores lideranças do partido, o ex-governador Mário Covas (1930-2001).

O PT chegou, no início da década de 90, a administrar as duas maiores cidades da região ao mesmo tempo, Santos e São Vicente. Na segunda, perdeu espaço para o PSB, partido que é hegemônico na cidade há 16 anos e caminha para o quinto mandato consecutivo com o vereador Caio França - filho do ex-prefeito Márcio França, hoje deputado federal e presidente do PSB no Estado.
O partido que mais deve perder espaço na região, segundo as pesquisas, é o PMDB, que está com dificuldades para manter o comando de Santos e Guarujá - duas das três maiores cidades da região. Mesmo com altíssima aprovação, o prefeito João Paulo Papa não consegue transferir os votos para seu ex-secretário Sérgio Aquino. O pemedebista pretende aproveitar que Santos é a única cidade da região com propaganda eleitoral na TV e no rádio para se tornar conhecido.
Já no Guarujá, a prefeita Maria Antonieta (PMDB) está atrás do ex-prefeito Farid Madi (PDT). Ela não é a única. Dos seis prefeitos candidatos à reeleição, apenas em Cubatão o atual prefeito está na frente. Reflexo da má avaliação do governo, diz o coordenador-geral do Ipat, Alcindo Gonçalves. "No começo do ano, fizemos pesquisas em todas as cidades e os prefeitos com dificuldade de se reeleger estavam com índice de reprovação alto", afirma.

Segundo Gonçalves, nunca houve predomínio de nenhum partido na região. Para ele, o atual domínio dos tucanos não pode ser atribuído a Alckmin, embora o governador tenha dado muita atenção à Baixada. "A influência do governo é diminuta. A eleição se define mais por questões locais", analisa. A dianteira também é fruto da filiação de nomes fortes, mas sem ligação com o PSDB, como os ex-prefeitos Alberto Mourão, líder na Praia Grande, e Nei Serra.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A.

..:: Leia mais no Valor OnLine

..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.


8.15.2012

Observatório Político | Legislação de fomento ao turismo municipal e regional

..:: Por: Otavio Demasi | Consultor de turismo e jornalista (Mtb 32548)

Você acha que o desenvolvimento turístico no núcleo receptor, passa pela CâmaraMunicipal? Que papel cabe aos Vereadores (as) no fomento ao turismo municipal? Que ações podem ser realizadas pelas Câmaras em conjunto para alavancar odesenvolvimento turístico regional? Cabe aos Vereadores (as), ajudarem naatração de investimentos, obras, melhorias, convênios que potencializem oturismo local e ou regional? Que outras ações cabe à Câmara, para que oturismo gere oportunidades, negócios, renda e empregos no município e ouregião? Se você acha que nada é possível, nunca concorra a um cargo devereador; o turismo agradece.
Municipalista de carteirinha e regionalista de coração, afirmo que o macro desenvolvimento emqualquer núcleo receptor, terá mais corpo se alicerçado no conjunto das forçasvivas, como: legislativo, executivo, associações, entidades, sindicatos,empresariado, trade turístico, faculdades e ou universidades, ONG's,empreendedores, entre outros e em sintonia com organismos estaduais, federal e internacional.Somar esforços é o melhor caminho para encurtar as decisões, obter consenso emaximizar resultados.
Disposições fundamentais; normas de atuação administrativa; sistemas de incentivos eestímulos financeiros e fiscais do município aos empreendimentos turísticos -diretos, indiretos, auxiliares e ou complementares - sejam financeiro e ou fiscais; legislação preservacionista, fomentadora, controle de qualidade; áreasespeciais e locais de interesse turístico. Cabe à Câmara Municipal, programar,disciplinar, sempre tendo em consideração a preservação e a facilicitação,buscando nessa harmonia, criar as condições do desenvolvimento sustentável delongo prazo, ou seja – preservar para faturar sempre.

O papel do legislativo municipal é de suma importância, cabendo aos que forameleitos viabilizarem ações; através de leis, buscando no governo estadual e oufederal e organismos internacionais, tudo que som à estrutura turística,infra-estrutura urbana, à melhoria da mão-de-obra, a preservação paisagística,monumental, cultural, urbanística, busquem convênios, acordos, financiamentos eque traga apoio ao desenvolvimento. Ação maior é a de abrir a Câmara Municipal,para de debates, fóruns, audiência pública, reuniões, interagindo legislativo ecomunidade buscando traçar e elaborar os caminhos do consenso.

Otavio Demasi candidato a Vereador Itanhaem 55040 PSD - Marcelo Strama 40 PSB Vice Zé Renato - Coligação Todos pelo Futuro de Itanhaém mais informações www.demasi55040.blogspot.com

..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.

ABRH-SP 2013-2015: Eleição de Diretoria e Conselhos

Caros colegas,

Escrevo para compartilhar a satisfação em ser reeleito membro do Conselho Deliberativo da Associação Brasileira de Recursos Humanos do Estado de São Paulo (ABRH-SP) para o biênio 2013-2015.

Por razões diversas não pude colaborar a contento com a gestão atual, mas pretendo cada vez mais colaborar com tão relevante entidade, fundada em 15 de março de 1965. Acredito residir nesse compromisso a essência da hospitalidade, pois o trabalho voluntário é a materialização do ciclo infinito de dar-receber-retribuir.

Fica registrada, então, minha participação nessa associação e minha disponibilidade em colaborar e mediar contato entre profissionais de gestão de recursos humanos e sua Diretoria e Conselhos. Reitero aqui meu contato de correio eletrônico – aristidesfaria@rhemhospitalidade.com – que está à disposição para tal.

..:: Segue o link matéria sobre o processo eleitoral da ABRH-SP 2013-2015


..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.

8.14.2012

Olimpíada frustra hotéis de Londres

A Olimpíada de Londres frustrou a expectativa de hotéis, restaurantes e do comércio do Reino Unido. Segundo a AP, pesquisa com 250 operadoras mostrou que o número de turistas caiu de 10% a 30% em comparação com o mesmo período do ano passado. Teria ocorrido em Londres o que já se verificou em outras Olimpíadas ou em Copas do Mundo. Os turistas tradicionais evitaram o Reino Unido e o número de turistas olímpicos não foi suficiente para compensar essa perda. Dados oficiais, porém, só serão divulgados em setembro.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A.

..:: Leia mais no Valor Online

..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.

Prejuízo líquido da Gol cresce 99,3% no 2º tri, a R$ 715,073 milhões

O prejuízo líquido da Gol subiu 99,3% no segundo trimestre deste ano, para R$ 715,073 milhões, ante R$ 358,703 milhões no mesmo período do ano passado. O resultado foi publicado no balanço consolidado da companhia aérea, divulgado no final da noite desta segunda-feira. Os números são os mesmos do prejuízo líquido atribuível aos acionistas da empresa controladora, que é o critério para a distribuição de dividendos.
A receita líquida da empresa subiu 16,9%, passando de R$ 1,566 bilhão no segundo trimestre de 2011 para R$ 1,830 bilhão no segundo trimestre deste ano.

A dívida financeira líquida da Gol subiu 417% no segundo trimestre deste ano, para R$ 450,324 milhões, ante R$ 87,026 milhões no mesmo trimestre de 2011.

O prejuízo antes do resultado financeiro e dos tributos (Ebit) cresceu 31%, passando de R$ 270,814 milhões no segundo trimestre de 2011 para R$ 354,645 milhões no segundo trimestre deste ano.
O custo de vendas da companhia aérea passou de R$ 1,565 bilhão no segundo trimestre do ano passado para R$ 1,921 bilhão no segundo trimestre deste ano, um aumento de 22,7%.

O resultado antes dos juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) registrou uma queda de 7,7%, passando de um prejuízo de R$ 67,634 milhões para resultado, também negativo, de R$ 62,401.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A.

..:: Leia mais no Valor Online

..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.

Candidatos apresentam propostas de governo sem metas definidas

Empatado na liderança da disputa pela Prefeitura de São Paulo, o candidato do PRB, Celso Russomanno, não prevê metas em seu plano de governo, nem detalha o que poderá fazer se eleito. A organização das propostas do candidato é feita pelo responsável pelo marketing da campanha, Ricardo Bergamo, e não há previsão para o lançamento de um novo programa de governo.

Na área da saúde, por exemplo, o candidato do PRB apresenta oito propostas. Entre elas estão: "ampliar e integrar a rede de saúde e adequar a equipe e o horário de funcionamento de acordo com as necessidades de cada região" e "criar um programa municipal de convênio com as escolas de saúde e seus respectivos conselhos e associações para estágios, residências nos equipamentos de saúde municipal". Na educação, Russomanno promete "aumentar o numero de vagas nas creches diretas e indiretas" e "ampliar a oferta de vagas e unidades da rede CEU". Em transportes, as propostas são gerais, como "criar um programa permanente de educação de trânsito", "readequar a sinalização das vias".

Segundo o marqueteiro, o programa de governo "será elaborado ao longo da campanha" [Como assim?].

Empatado com Russomanno, o candidato do PSDB, José Serra, tem "apresentado uma proposta por dia", segundo a assessoria da campanha e não há previsão de lançamento de um novo programa de governo durante a campanha, além das propostas que foram registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O documento da campanha tucana registrado na Justiça Eleitoral é mais completo do que a de Russomano, mas também não traz metas.
Em transportes, diz que "vai investir em tudo o que melhora o funcionamento dos ônibus, como os corredores", sem especificar quantos quilômetros poderão ser construídos. Na educação, afirma que vai "expandir o ensino tecnológico em parceria com o governo do Estado", mas sem dizer quantos alunos serão atendidos. O documento, no entanto, detalha que serão criados dois polos tecnológicos, em Jaguaré e em Itaquera. Ontem, Serra prometeu criar centrais de diagnóstico para exames de imagem se for eleito.
O candidato do PMDB, Gabriel Chalita, deverá lançar o programa de governo depois do início do horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão, que começará dia 21. Das quatro páginas do programa de governo hoje disponível, apenas uma apresenta propostas como a de "racionalizar e moralizar os gastos públicos", "valorizar o funcionalismo, em todas as dimensões e atividades do governo" e "priorizar investimentos em políticas sociais."

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A.

..:: Leia mais no Valor Online

..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.

Azul e Trip pedem autorização a Anac para compartilhar voos

..:: Por: Alberto Komatsu | Valor Online

A Azul Linhas Aéreas e a Trip Linhas Aéreas informaram, nesta tarde (13), que solicitaram à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) a autorização para realizarem um acordo de compartilhamento de voos (do inglês “codeshare”), até o fim deste ano. Juntas, Azul e Trip oferecem em torno de 800 voos diários para 99 destinos no país.

As duas companhias anunciaram, no dia 28 de maio, uma fusão societária para a criação da Azul Trip S.A. Os acionistas da Azul terão 67% dessa holding e os detentores de papéis da Trip ficarão com os 33% restantes.
As duas companhias permanecem com a operação independente até as aprovações das autoridades brasileiras. O aval da Anac é necessário para qualquer acordo de compartilhamento de voos entre duas empresas aéreas. No futuro, como a tendência entre a Azul e a Trip é a de integração da malha de voos, com permanência de apenas uma marca, serão necessárias autorizações específicas para esse fim.
A Azul será a responsável pela venda de trechos de ambas as empresas, mas a Trip permanecerá vendendo suas passagens em seus canais de venda. Embora esse tipo de parceria seja bilateral, a comercialização de passagens do “codeshare” será concentrada na Azul, como preparação para a adoção de apenas uma plataforma de vendas no futuro, informaram as duas companhias.

O acordo de compartilhamento de voos vai permitir que o passageiro da Azul com uma escala operada pela Trip, por exemplo, faça apenas um check-in e sua bagagem seja despachada no destino final.

© 2000 – 2012. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A. . Verifique nossos Termos de Uso em http://www.valor.com.br/termos-de-uso. Este material não pode ser publicado, reescrito, redistribuído ou transmitido por broadcast sem autorização do Valor Econômico.

..:: Leia mais no Valor Online

..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.

8.13.2012

Destinos paulistas em destaque na AVIRRP

Inúmeras atrações estarão à disposição do público no estande da Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo (SETUR) que integrará a 16ª edição da AVIRRP 2012 - Associação das Agências de Viagens de Ribeirão Preto e Região, que acontece nos dias 17 e 18 de agosto, no Centro de Eventos Taiwan, no município paulista de Ribeirão Preto.

Segundo seus organizadores, este evento deve reunir cerca de cinco mil agentes de viagens, de todo o interior de São Paulo, que poderão conhecer os produtos e serviços dos dois mil expositores presentes durante a feira.

Além da mostra de seus destinos, a SETUR contará com um estúdio fotográfico, em que o visitante, gratuitamente, poderá tirar uma foto em fundo infinito que, ao ser impressa, mostra a pessoa inserida de forma divertida no cenário que escolher. Haverá, também, sanduíche de mortadela - tradicional símbolo da gastronomia paulistana - e degustação da culinária típica de nosso Estado. Eis os atrativos paulistas: Águas Paulista; Circuito das Frutas; Federação de Convention & Visitors Bureau-SP; Pólo Cuesta; Oeste Rios; Litoral Norte; Serra do Itaqueri; Estâncias Paulistas; Roteiro dos Bandeirantes / Taypa de Pilão; Circuito Mantiqueira; Vale do Ribeira; RT Café com Leite; Circuito Sertanejo; Circuito Turístico da Ciência e Tecnologia – CT²; Centro Paulista; Circuito dos Lagos; Caminhos do Tietê; Rota da Liberdade; RT Grande ABC e Costa da Mata Atlântica.

Este ano a AVIRRP aposta na Copa do Mundo 2014, com o tema “Brasil de grandes realizações e destinos do mundo”, e assim a feira trará discussões sobre como está o País e os preparativos para atender a demanda de turistas. “O objetivo do tema é nos atualizar e traçar um panorama de como está a infraestrutura, como aeroportos, hotelaria e o próprio agente de viagem, ferramenta indispensável para o processo”, relatam seus organizadores.

..:: Serviço ::..

16ª edição da AVIRRP 2012
Dias: 17 e 18 de agosto de 2012
Horário: das 13h30 às 19 horas
Local: Taiwan – Centro de Eventos
Endereço: Rodovia Ribeirão Preto/Bonfim Paulista – KM 310 – Royal Park – Sítio Formosa

..:: Fonte: Turismo.sp.gov.br | Por: Maristela Bignardi

..:: Imagem: compilação de fotografias dos pontos turísticos da Estância Balneária de Praia Grande (SP). Foto: Departamento de Comunicação da Imprensa Oficial daquele município.

..:: Participem de nossos diversos canais: FaceBook, Twitter , Linked In, Via 6, Hôtelier Club, SlideShare, You Tube, Multiply e OverStream.