Translate this blog

Pesquisar este blog

4.14.2016

Segurança Pública Municipal: tema da palestra de Sérgio França no V SEHLIPA

Profissionais entrevistados apontaram que a (in)segurança pública é o principal entrave ao desenvolvimento do turismo na Região Metropolitana da Baixada Santista.

A consultoria [RH em Hospitalidade] promoveu em 2014 o projeto “Agenda Propositiva do Turismo | Baixada Santista”, ação autônoma e apartidária que mobilizou profissionais e empresários do turismo na Região Metropolitana da Baixada Santista (RMBS) para a elaboração colaborativa de um diagnóstico do setor na região.

O projeto foi executado em três fases concomitantes: pesquisa de opinião pública e reuniões com profissionais do setor (survey aplicado via internet) e visitas técnicas a atrativos turísticos administrados pelo poder público municipal em cada uma das nove cidades da RMBS.

Os resultados do projeto foram amplamente divulgados por meio das redes sociais (www.facebook.com/agendapropositivadoturismo) e apontaram, na visão dos profissionais entrevistados, que o principal entrave para o desenvolvimento do setor de viagens e turismo na RMBS é a (in)segurança pública.

Em vista deste cenário, a comissão organizadora do Seminário de Hospitalidade do Litoral Paulista (SEHLIPA) convidou o especialista em Segurança Pública, Sérgio França, para compartilhar sua ampla experiência na área.

Em sua palestra intitulada “Plano Municipal de Segurança – Impactos Estratégicos na Economia Local com ênfase na cadeia produtiva do turismo”, o presidente do Instituto IPECS de Segurança Pública Municipal (www.ipecs.org.br) apresentará uma “síntese sobre os desafios e ações para uma nova política de segurança pública para os municípios, para construção de uma política pautada em indicadores, que permitam a avaliação do progresso na gestão local da segurança pública em âmbito municipal e seus impactos estratégicos na economia local, dentre eles a cadeia produtiva do turismo”.

França alerta que “não há pretensão de trazer para o governo municipal a responsabilidade pela repressão à criminalidade, considerando que nem mesmo as tradicionais agências estaduais e federais têm conseguido os resultados que a sociedade espera. No entanto, é possível articular, liderar e integrar os esforços e os recursos que direta ou indiretamente afetam a segurança em nível local. Incluir estas demandas na agenda de políticas públicas da administração municipal é o grande desafio deste trabalho”.

Na ocasião serão apresentados através do novel conceito de gestão democrática e estratégica da Segurança Pública Municipal, pautada em três eixos fundamentais:
Estimulo da gestão participativa da sociedade na elaboração e desenvolvimento de um plano municipal estratégico para o setor; A integração e fortalecimento das agencias municipais de segurança, privilegiando o aprimoramento do uso da inteligência nas ações de fiscalização e manutenção da ordem pública, das normas técnicas e do uso de tecnologia; e O impacto desta política púbica na economia local, com ênfase na cadeia produtiva do turismo.
..:: Sobre o Palestrante ::..

Agente da Guarda Municipal de Santos desde 1992, Presidente do Instituto IPECS foi Secretário Geral do Conselho Nacional das Guardas Municipais CNGM entre os anos de 2006 e 2011, Secretário Geral da Seção Brasileira da International Police Association – IPA, nos anos de 2002 e 2006, e do Centro de Direitos Humanos “HENFIL” – SANTOS-SP.

Graduado em Gestão de Recursos Humanos pela UNIMONTE Santos/SP, Consultor e Pesquisador do Instituto IPECS nas áreas de gestão estratégica, formação e desenvolvimento profissional, e é Diretor do Departamento de Força Tarefa da Cruz Vermelha Brasileira – filial Santos.

Coordenador Geral do Comitê de Organização do Fórum Nacional de Segurança Pública Municipal, diretor e articulista da Revista QAP Total e Secretário Executivo da Conferencia Nacional das Guardas Municipais.

..:: Sobre o Instituto IPECS ::..

O Instituto de Pesquisa, Ensino e Consultoria Técnica em Segurança Pública Municipal (IPECS), é uma entidade sem fins lucrativos, criado em junho de 2002, por iniciativa do Movimento Nacional pela Regulamentação da atividade policial das Guardas Municipais liderado na época pela UNGCM.

Atua como parceiro estratégico e no desenvolvimento de pesquisas junto a Conferência Nacional das Guardas Municipais (CONGM), e outras organizações classistas, instituições acadêmicas e empresas que atuam na área de segurança pública municipal no Brasil e no exterior.

Contribui com o governo à medida que está comprometido com o desenvolvimento dos municípios, especialmente na área da segurança, e que responde à demanda de institutos competentes que possam auxiliá-lo no fortalecimento da inclusão dos municípios no sistema de segurança pública.

..:: Sobre o SEHLIPA ::..

O projeto do SEHLIPA foi criado e lançado no ano de 2011. A primeira edição do evento foi realizada no município do Guarujá (2012), o segundo Seminário aconteceu em Praia Grande (2013), a terceira edição do evento foi em São Paulo, em abril de 2014, e a quarta aconteceu em Santos (2015).

O público-alvo do projeto é composto por profissionais, empresários e autoridades públicas atuantes no setor de viagens e turismo. O objetivo do SEHLIPA é criar espaço para relacionamento corporativo e geração oportunidades de negócios.

Informações: sehlipa.com | sehlipa.blogspot.com | facebook.com/sehlipa | twitter.com/sehlipa | instagram.com/sehlipa | app.vc/sehlipa

..:: Serviço ::..

Seminário de Hospitalidade | Itanhaém 2016
Data: 2 de maio (segunda-feira)
Horário: 17h às 21h00
Local: Associação Comercial de Itanhaém (Av. Presidente Vargas, 757. Centro)

Inscrições: http://goo.gl/tjOlGj
Postar um comentário