Translate this blog

Pesquisar este blog

9.16.2015

Itanhaém (SP) é tema de palestra no XII Congresso Brasileiro de Administração em Maringá (PR)


Administração Pública Municipal do Turismo: esse foi o tema da apresentação realizada pelo pesquisador Aristides Faria, da Universidade Federal de São Paulo, durante o XII Conbrad.

A cidade de Maringá (PR) sediou a décima segunda edição do Congresso Brasileiro de Administração (Conbrad), evento que reúne executivos, acadêmicos e estudantes de diversos segmentos da administração.

O turismo na cidade de Itanhaém foi tema de uma das palestras do evento. Aristides Faria, morador do município e profissional da área de turismo, apresentou estudo autônomo, apartidário e sem finalidade lucrativa sobre o projeto de reurbanização da orla da região central histórica do município.

Em artigo publicado nos anais do evento, Aristides Faria, comentou sobre as necessidades de melhorias no projeto – sobretudo em acessibilidade e atendimento à legislação ambiental vigente – e outras carências como espaços para bases fixas e móveis para forças policiais, por exemplo.

O autor apontou, ainda, aspectos relativos ao trânsito de veículos e aos diversos usos que as pessoas fazem desse “novo” espaço. Conforme o estudo, sempre haverá conflitos entre usuários – moradores, turistas, pedestres, motociclistas, ciclistas, etc. – ocorre que o Estado deve se fazer presente para mediar esses conflitos e educar aos usuários quanto à utilização correta, por exemplo, da ciclovia recentemente inaugurada.

No artigo foram desprezadas demais ações ou histórico de atividades da Secretaria Municipal de Turismo ou organismos relacionados. Assim, o pesquisador concentrou seu olhar sobre a nova orla do Praião, como é conhecida a localidade.

Foram feitas análises em três categorias: usos turísticos, acessibilidade e sustentabilidade. Essas unidades de análise foram estabelecidas, entre outros motivos, pelo alinhamento com a Lei Complementar n° 1.261/2015, que estabelece critérios para classificação dos municípios paulistas em Estâncias Turísticas e Municípios de Interesse Turístico.

O estudo terá desdobramentos e ganhará continuidade a serem levadas à apreciação do público acadêmico em diversos estados brasileiros. O mesmo aconteceu com outras publicações do autor, que palestrou, em 2014, em estados do Sul, Sudeste e Nordeste do país, além de apresentações em ArgentinaChile e Colômbia e de haver publicado um capítulo de livro lançado na Itália.

Para ter acesso aos slides dessa palestra acesse:



Postar um comentário