Translate this blog

Pesquisar este blog

12.09.2009

Revista Melhor - Gestão de Pessoas

"Há oito anos, a bem-sucedida rede de fast-food Habib´s empreendeu uma ousada aventura ao abrir restaurantes no México. País com características similares ao Brasil e com uma ascendente massa de consumidores jovens atraídos por lanchonetes, ele parecia o local ideal para a experiência de internacionalização do Habib´s. Em 2004, apenas três anos após o início da operação mexicana e um investimento de 5 milhões de dólares, a rede brasileira vendeu suas lojas no México e adiou o projeto de atuação fora do Brasil.

Se você perguntar a Alberto Saraiva, fundador e principal executivo do Habib´s, qual o motivo do fracasso, ele apontará duas razões principais: a falta de um parceiro local e a dificuldade de adaptação dos executivos brasileiros ao México. 'Por um lado, você abre mão de seus melhores profissionais no Brasil para mandá-los ao exterior e, por outro, precisa que ele se torne tão eficaz fora de seu país quanto em casa', diz Saraiva. O executivo conta, ainda, que um de seus diretores, ao mudar com a família para o México, logo pediu para voltar. 'Seus filhos não se adaptaram à nova escola e a mulher sofria com sangramentos diários no nariz, provocados pela altitude da Cidade do México', lembra o fundador do Habib´s."

..:: Artigo completo: Revista Melhor - Gestão de Pessoas
Postar um comentário