Translate this blog

Pesquisar este blog

11.13.2009

Howard Gardner: "É difícil fazer o certo se isso contraria os nossos interesses" | Formação | Nova Escola

Howard Gardner: "É difícil fazer o certo se isso contraria os nossos interesses" | Formação | Nova Escola: "Howard Gardner, que se dedica a estudar a forma como o pensamento se organiza, balançou as bases da Educação ao defender, em 1984, que a inteligência não pode ser medida só pelo raciocínio lógico-matemático, geralmente o mais valorizado na escola. Segundo o psicólogo norte-americano, havia outros tipos de inteligência: musical, espacial, linguística, interpessoal, intrapessoal, corporal, naturalista e existencial. A Teoria das Inteligências Múltiplas atraiu a atenção dos professores, o que fez com que ele se aproximasse mais do mundo educacional.

Hoje, Gardner tem um novo foco de pensamento, organizado no que chama de cinco mentes para o futuro, em que a ética se destaca. 'Não basta ao homem ser inteligente. Mais do que tudo, é preciso ter caráter', diz, citando o filósofo norte-americano Ralph Waldo Emerson (1803-1882). E emenda: 'O planeta não vai ser salvo por quem tira notas altas nas provas, mas por aqueles que se importam com ele'.

Além de lecionar na Universidade de Harvard e na Boston School of Medicine, ele integra o grupo de pesquisa Good Work Project, que defende o comportamento ético. Esse trabalho e o impacto de suas ideias na Educação são temas desta entrevista concedida à NOVA ESCOLA em Curitiba, onde esteve em agosto, ministrando palestras para promover o livro Multiple Intelligences Around the World (Inteligências Múltiplas ao Redor do Mundo) ainda não editado no Brasil."

Postar um comentário