Translate this blog

Pesquisar este blog

7.07.2009

Gestão eficiente, desafio para o varejo

Por: Marcio Blak - HSM Management

Uma das situações que tenho observado é a dificuldade de operação dos estabelecimentos comerciais, por conta, principalmente, da baixa qualificação dos funcionários e da alta rotatividade, principalmente no setor de alimentação e no pequeno comércio.

O empresário do setor varejista não precisa dar “murro em ponta de faca” para perceber que o gerenciamento de seu negócio tem que se modernizar. Perceber que o mundo mudou, também no comércio, é fundamental para sua sobrevivência. Não é mais possível gerenciar apenas por bom senso, repetindo práticas do passado.

Muitas vezes, o empresário chega a contratar o serviço de uma consultoria. Os especialistas chegam na empresa, fazem uma análise minuciosa de todos os processos, realizam a informatização do negócio, informam e orientam sobre as mudanças no processo de gestão e apresentam os resultados.

O novo sistema tem tudo para dar certo, mas na prática não é o que acontece. Não há perenidade. Com o fim da consultoria, os resultados somem porque os processos não são aplicados ou mantidos, não entram na corrente sanguínea da empresa. Aí, o investimento na consultoria vai por água abaixo.
Neste novo mundo dos negócios, é necessário perceber que a capacidade gerencial é o maior recurso de uma empresa. Para se obter lucro sobre o investimento, é preciso não deixar a marca à deriva, sob o fogo cerrado dos concorrentes. A função de uma consultoria de varejo é criar estratégias, apontar caminhos de maior eficiência e imprimir um escudo protetor para garantir o sucesso da empresa e isto geralmente é feito com a implantação de um bom sistema de gestão informatizado. Mas, sem uma visão clara do empresário sobre essa necessidade de mudança, bem como a colaboração ativa de seus gerentes e funcionários, essa mudança não acontece, o processo não deslancha.
Os gerentes, principalmente, precisam ter um amplo conhecimento do sistema de gestão implantado. Se não houver domínio sobre os métodos e técnicas necessárias para se atingir metas, elas não serão atingidas e a empresa perde tempo e principalmente, dinheiro.

* O autor é engenheiro, consultor em automação comercial e diretor da Varejo & Consultoria.
Postar um comentário