Translate this blog

Pesquisar este blog

7.07.2009

Brinquedos no trabalho melhoram a produtividade

Por: Rhymer Rigby (Financial Times) - Valor Online

Todd Redfoot tem um lançador de mísseis USB em sua mesa, que de vez em quando ele pluga em seu PC. O diretor de desenvolvimento interno da Go Daddy, uma companhia de tecnologia dos Estados Unidos, diz: "Se você está em uma reunião chata, pode disparar alguns mísseis de espuma em seus colegas. Isso dá uma sacudida no ambiente. Também funciona bem em entrevistas para emprego - os candidatos parecem de fato gostar".

A Go Daddy não é a única empresa que acredita que ter alguns brinquedos por perto no escritório melhora o ambiente e aumenta a produtividade. Muitas empresas, especialmente as dos setores criativos, enchem seus ambientes de trabalho com essas coisas. Elas vão de pequenos itens comprados pelos funcionários, como o lançador de mísseis de Redfoot, até brinquedos que fazem parte dos projetos dos prédios. Provavelmente o mais conhecido desses grandes "brinquedos" é um escorregador que passa por vários andares do escritório em Londres da Red Bull, fabricante de bebidas energéticas.

A consultoria de Londres especializada em inovações WhatIf! também é adepta de um ambiente de trabalho divertido. "Geralmente há bolas de futebol nas sessões de 'brainstorm'", diz Chriz Baréz-Brown, diretor de aprendizado global. Há também brinquedos maiores: a companhia tem um modelo de vaca na portaria cujo couro tem uma estampa do Homem-aranha. As pessoas também são encorajadas a levar para o serviço coisas que gostam: "Elas adaptam seus espaços", explica Baréz-Brown. "Outro dia, alguém trouxe uma raposa empalhada que comprou em um leilão de antiguidades."

Os escritórios da agência de propaganda Wieden and Kennedy em Londres também têm uma atitude alegre em relação ao trabalho. O diretor de criação David Bruno explica que junto com a usual mesa de pebolim, a mesa de vidro na recepção abriga "uma das menores galerias de arte de Londres", onde os funcionários podem mostrar tudo que for de interesse, como suas coleções de tênis. As paredes da sala do conselho de administração são forradas com cortiça, os bancos têm o formato de teclas gigantes de um teclado de computador e a mesa tem o formato de um bloco gigante de Post-It; outra sala é uma cela acolchoada para pequenas reuniões e leitura.

..:: Tudo muito divertido ::.. Mas existe um componente de seriedade nessas trivialidades?

Simon Jordan, presidente da Jump Studios, que projetou os escritórios da Red Bull, diz que esse tipo de coisa é mais do que um artifício divertido. "Características incomuns como esta são engraçadas, agradáveis, se transformam em motivo de comentários e os visitantes gostam; além disso, acompanham a imagem do produto."

Baréz-Brown acredita que os brinquedos no escritório têm duas funções: "Uma é agir como estímulo e ajudar as pessoas a pensarem de maneira diferente. A segunda é que eles criam um ambiente mais relaxado, no qual as pessoas são mais criativas". Ele acrescenta que é importante fazer com que isso inspire os funcionários, e não os tranforme em completos idiotas.

Além disso, a geração mais nova espera que seus locais de trabalho sejam divertidos, e não os escritórios sérios de seus pais. "Inevitavelmente, a vida no trabalho e a vida social acabam colidindo, de modo que os escritórios ficaram mais domésticos", diz Jordan.

Jeremy Myerson, professor de estudos de design do Royal College of Art, emite um alerta. Primeiro, diz ele, o que é apropriado para uma agência de propaganda pode não ser para um private bank - brinquedos no escritório funcionam melhor quando estão em harmonia com sua marca. "Há também uma coisa de gerações. Para os mais velhos, esse tipo de coisa pode ser muito excludente. Você precisa se lembrar que nem todo mundo quer jogar videogames e assistir a MTV no trabalho."

Sua maior preocupação é que a ideia que está por trás dos brinquedos no escritório é a de que eles ajudam a estimular a colaboração. "Mas ela é apenas uma parte do trabalho criativo. As pessoas precisam de espaço para contemplação e silêncio para se concentrarem". Certamente, escorregadores e lançadores de mísseis são legais, mas você precisa ter também celas acolchoadas.
Postar um comentário