Translate this blog

Pesquisar este blog

6.01.2009

Motive Através Dos Valores Corporativos

Por: Patrícia Bispo

A história de uma organização é marcada por uma série de fatores que se manifestam desde a alta direção até o porteiro que controla a entrada e a saída dos veículos. Esses indicadores corporativos se fazem presentes no dia-a-dia e quando observados atentamente são identificados com certa facilidade. Por exemplo: enquanto uma empresa preza pelo uso de roupas formais como paletó e gravata para os homens, e thaier para as funcionárias, há outras organizações que deixam os colaboradores mais à vontade e permitem o uso de peças descontraídas como jeans e tênis.

Não existe outro caminho, os valores organizacionais vão formando-se ao longo da vida da empresa e influenciam a cultura corporativa. Prova disso, é que hoje muitas companhias fazem questão de disseminar de forma maciça os valores que norteiam o negócio e, conseqüentemente, o comportamento dos funcionários e o próprio clima organizacional.

Na Third IT Solutions, por exemplo, a preocupação em fortalecer os valores corporativos é um dos focos da atuação estratégica da área de Recursos Humanos. De acordo com Patrícia de Souza Nogueira, analista de RH, a corporação possui valores organizacionais que são constantemente trabalhados junto aos colaboradores. Dentre esses, ela cita: prontidão, cortesia, respeito, qualidade de vida, ética e transparência, além do bom humor. “Estes são valores que consideramos fundamentais no dia-a-dia de todas as prestadoras de serviços, e são respeitados internamente na Third IT Solutions. Desta forma, cria-se um ambiente saudável onde os valores não se tornam uma imposição, mas uma conseqüência do ambiente e do seu trabalho”, sintetiza.

A Third IT Solutions desenvolve, implementa e suporta projetos de Tecnologia da Informação nos mais diversos segmentos, promovendo a integração das soluções de TI com a gestão dos negócios dos clientes. Conta com profissionais qualificados, em regime 24x7 e é certificada nos programas Oracle Partner Network e Microsoft Gold Certified Partner. Alguns dos principais clientes da Third IT Solutions são: Unilever, Unisys, Sky, Accentiv’, Marabraz, Citibank e Marsh.

Para disseminar os valores corporativos, todos os colaboradores participam de uma integração assim que chegam à empresa e recebem manuais. Além disso, eles têm a oportunidade de tirar todas as dúvidas que surgem após a contratação. Outro fator que contribui para esse trabalho de integração e de entendimento da cultura é a própria estrutura interna da Third IT Solutions. No ambiente de trabalho não existem divisórias entre as posições de trabalho, facilitando a comunicação entre as pessoas. Algumas salas da área administrativa sempre estão de portas abertas.

Já o famoso “cafezinho” fica estrategicamente localizado no centro da empresa e é “separado” apenas por uma janela de vidro. Com isso, o local tornou-se apropriado para relaxar por uns cinco minutos e alguns profissionais aproveitam a oportunidade, às vezes, para conversar sobre “assuntos sérios”, o que torna a comunicação menos penosa para determinados casos.

..:: Outras ações ::..

O trabalho para fortalecer os valores corporativos vai muito mais além do já descrito anteriormente e nesse sentindo, a área de Recursos Humanos recorre a outras alternativas que dão resultados positivos. Dentre essas, Patrícia de Souza Nogueira cita os eventos promovidos pela Third IT Solutions como o “Integre-se” - atividade que ocorre anualmente, onde os colaboradores podem levar suas famílias. Neste evento é servido um churrasco, há músicas, sorteio de brindes, atividades e brincadeiras para as crianças.
“No final de cada ano realizamos um evento onde colaboradores e clientes participam juntos, visando uma melhor integração entre todos os envolvidos nos projetos do ano e acontece uma grande confraternização. Próximo ao Natal, os colaboradores reúnem-se para distribuir brinquedos nas regiões mais pobres de São Paulo, como uma forma de levar alegria aos que possuem pouca ou nenhuma condição para comemorar o final de ano como desejariam. Todo final de mês reservamos um dia para comemorar os aniversários com bolos e refrigerantes”, sintetiza a analista de RH.
O bom humor - Um detalhe que chama a atenção dos valores corporativos da Third IT Solutions, é o fato de que a organização está sempre focando ações que valorizem o bom humor no ambiente de trabalho. Quando indagada sobre o que leva a empresa a disseminar esse valor específico na sua cultura, Patrícia de Souza Nogueira explica que um colaborador bem-humorado dificilmente possui dificuldade de relacionamento com os clientes e colegas, estejam eles em um nível superior ou inferior hierarquicamente. Outro aspecto relevante é o fato de que o bom humor faz com que as obrigações do dia-a-dia não se tornem um “sacrifício a ser realizado” e, conseqüentemente, o resultado tende a ser bastante satisfatório em todos os âmbitos, tanto para o profissional quanto para a empresa.

Para ela, estar satisfeito com o ambiente de trabalho e poder ter a liberdade de conversar diretamente, caso exista algum mal-entendido influenciam significativamente no clima e isso pode ser percebido através das pessoas que trabalham com prazer e sorrindo. Em todas as empresas existem prazos críticos, demandas altas, porém na Third IT Solutions procura-se resolver os eventuais problemas com conversas e ações, sem que exista desrespeito a qualquer profissional. Todo esse conjunto de ações reflete diretamente na satisfação do cliente, fazendo com que ele traga mais negócios para a empresa. Já a motivação dos funcionários é perceptível, pois eles sabem que o serviço prestado produziu resultados e eles foram valorizados.

Quando indagada se o bom humor dos profissionais é considerado relevante nos processos seletivos da organização, a analista de RH diz que sempre em uma seleção é preciso identificar as pessoas que “gostam” do que fazem. Se, por exemplo, o profissional está satisfeito com a área que atua, fala com entusiasmo de seus resultados, ele é um bom candidato a fazer parte do quadro de funcionários, se o perfil técnico também atender aos requisitos da oportunidade em questão. Existem técnicas para avaliar o profissional, e a clareza, a disponibilidade e o entusiasmo fazem a diferença.

Por fim, ela explica que se por algum motivo o funcionário começa a confundir bom humor com “brincadeiras de mau gosto”, imediatamente a área de RH chama o colaborador para uma conversa em particular e tenta entender os motivos que o levaram a ter tal atitude com o outro colega de trabalho. “De acordo com cada circunstância, a ação a ser tomada será diferente”, finaliza, ao destacar que o bom humor deve ser estimulado pelas empresas, uma vez que torna o ambiente corporativo saudável e produtivo.

Patrícia Bispo é formada em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo, pela Universidade Católica de Pernambuco/Unicap. Atuou durante dez anos em Assessoria Política, especificamente na Câmara Municipal do Recife e na Assembléia Legislativa do Estado de Pernambuco. Atualmente, trabalha na Atodigital.com, sendo jornalista responsável pelos sites: www.rh.com.br, www.portodegalinhas.com.br e www.guiatamandare.com.br.
Postar um comentário