Translate this blog

Pesquisar este blog

6.03.2009

Apenas 32,8% dos executivos brasileiros têm capacidade de liderar

Por: Karin Sato - InfoMoney

A capacidade de liderar, competência tão exigida nas empresas, se configura como uma habilidade rara entre profissionais brasileiros. Segundo pesquisa realizada ao longo de 2008 pela consultoria Fellipelli, com 21.602 participantes, apenas 32,8% dos executivos brasileiros têm o dom de liderar.

O estudo, que foi divulgado na segunda-feira (1º), também constatou que 48,2% dos entrevistados são autoritários. Considerando somente os níveis de comando, 27,1% dos gestores do País apresentam estilo de liderança à moda antiga: autoritária e tradicional.

Quando nada muda (nem para melhor)

De acordo com a sócia-diretora da Fellipelli, Adriana Fellipelli, transmitir autoritarismo no ambiente corporativo pode ser positivo por um lado, porque permite que a realização das tarefas de forma sistemática e homogênea.
Porém, líderes autoritários impedem que muitas mudanças positivas ocorram, inibindo a renovação e a evolução da empresa. "É preciso exigir criatividade e autonomia da equipe, bem como ser aberto a mudanças, para garantir um fluxo melhor de ideias e tarefas", explica Adriana.
Por fim, a pesquisa constatou que houve pouca evolução entre 1998 e 2008 com relação ao autoritarismo e à capacidade de liderar equipes. Confira:

..:: Traço do profissional ::..
Autoritarismo
1998 - 51,5%
2008 - 48,2%

Liderança
1998 - 31,3%
2008 - 32,8%
Postar um comentário