Translate this blog

Pesquisar este blog

5.21.2009

Tendências do turismo: Conflitos internos vs. externos

Por: Aristides Faria

Não raro estamos congelados, sem saber exatamente qual rumo seguir. São situações diversas, tanto no aspecto pessoal quanto profissional, em que encontramo-nos presos a uma série de paradigmas. São conflitos, nem sempre reais, mas normais na vida de qualquer um.

Invariavelmente, ao decidir por um ou outro caminho, preterimos pessoas e/ou resultados. Normalmente, estes momentos dividem-se entre o imediatismo e a visão de médio e longo prazo. Conclui-se, então, que sempre que optamos por um rumo qualquer, deixamos pessoas ou resultados de lado, mas abraçamos outras pessoas e resultados em troca.

É interessante notar, pois, que nunca há escolha vazia. Em um primeiro olhar, trocamos “algo” por “nada”, mas, na verdade, trocamos este “algo” por outro “algo”. O destino pode ter nos reservado um “algo mais” ou “algo menos”, opte e verás.

Desconheço alguma técnica lógica para minimizar os riscos de uma decisão errada, não nos negócios, mas na vida pessoal. Em negócios, a grande sacada é o Planejamento Estratégico, que é basicamente estudar o histórico e as projeções, com base em determinados cenários. Não estou certo de que esta técnica seja aplicável à vida pessoal. É? Você aplicaria?

Em nossa vida pessoal há conflitos intensos, que vão além de índices, indicadores e referências do mercado. Trata-se de uma simbiose entre aspectos internos e externos que suplantam nossa capacidade de percepção. Já em termos profissionais há, sim, dados que subsidiam a decisão. Contudo, existem também fatores que fogem a nossa determinação. Na carreira em Turismo & Hotelaria um destes fatores é o elemento “comunicação”.

Já falei sobre o destaque que os processos seletivos vêm dando a aspectos ligados a habilidade de comunicação. A cada verão os currículos estão cada vez mais semelhantes e as habilidades técnicas equiparam-se. Neste sentido, comunicar-se bem passa a ser a chave.

Este “comunicar-se bem” também é relativo a estes conflitos internos vs. externos. Como? Entendo que saber media-los é o meio-chave para não permitir que eles venham a entorpecer sua tomada de decisão.
É uma Tendência do Turismo, mas, sobretudo, dos processos seletivos, a constante avaliação de sua habilidade de comunicação. Entra neste contexto a mediação de conflitos, que podem ser de várias naturezas: internos, externos, pessoais, éticos, interpessoais, religiosos. O certo é que são seus. “Com” ou “contra” “quem” ou “o que” eu não sei. Você sabe? Converse consigo e entenderás.
Postar um comentário