Translate this blog

Pesquisar este blog

5.29.2009

Soluções no RH a um clique!

Da Redação - Revista Profissionais & Negócios

Profissionais americanos contam como solucionaram, com a ajuda de um software, problemas com retenção de talentos.

Há questões no mundo do RH que deveriam ser resolvidas facilmente com um clique, ou com pequenas decisões, que na prática são bem complicadas de ser adotadas por conta da cultura organizacional ou o mero hábito. Pode-se dizer que um dos grandes problemas encontrados, e isso já foi dito por diversos especialistas em palestras cobertas pela repórter que vos redige, é a falta de pesquisas e controles de perfis dentro das corporações na solução de problemas do setor do recursos humanos.

No caso dessa palestra, desenvolvida por uma empresa de softwares organizacionais e ministrada como um case pela empresa Exelon, o leitor poderá entender um pouco melhor como algumas atitudes simples e corriqueiras podem ajustar a rotina da empresa em que ele você trabalha.
De acordo com Jason Rasmuson, gerente sênior da Authoria, George Kaspar, consultor executivo de avaliação da Exelon e Tom Sykes, gerente de produtos da Authoria, os grandes problemas encontrados hoje nas grandes companhias são a dificuldade de preencher posições-chave e também de retenção de talentos nessas vagas. O que acontece? Falta de incentivo?

A empresa adota um plano de incentivo voltado ao aumento de salário ao final de cada ciclo, dependendo do desempenho de cada colaborador, o que torna o bônus algo incerto.

Apesar disso, a companhia mantém como filosofia um método que é utilizado em benchmarking e é alinhado às melhores práticas de alta performance, o que ressalta a eficácia do pagamento como incentivo de melhoria contínua. Já os sistemas de compensação eram desconexos, pois havia falhas na coleta de dados, o que tornava a avaliação um sistema ineficaz, frustrante e difícil de administrar. Após a absorção de um outro sistema, com suporte de um software específico, novos planos de compensação foram criados para que fossem ajustados ao perfil dos funcionários e de suas respectivas colaborações, tornando o processo mais efetivo e justo. O novo programa possibilitou que a empresa pudesse de fato controlar melhor sua produção e adequasse as gratificações de acordo com as especificações contidas no regulamento interno da corporação.

O resultado final foi a adoção de uma política justab e a retenção de talentos em cada setor, com uma produtividade elevada. Parece milagre ou coisa de filme de ficção científica que a adoção de softwares de gestão possa resolver problemas de funcionalidade do capital humano, não é? Mas é real. Existe no mercado uma série de programas aptos a facilitar os métodos de avaliação da área de recursos humanos, facilitando processos como identificação de perfil, avaliação de desempenho, entre outros. É a gestão de capital humano na era da informática, soluções práticas com rapidez e organização. Veremos se isso se populariza no Brasil agora.
Postar um comentário