Translate this blog

Pesquisar este blog

12.22.2007

Um ótimo Natal!!

video

Gostaria de comportilhar este vídeo super simpático nesta data especial de fim de ano. Ficamos mais sensíveis e acabamos pensando em que passou e em que está por vir!!

Desejo a todos um ano de muito sucesso e somente alegrias!!

Um grande abraço!!
Aristides Faria

12.17.2007

Um pouco de humor...

É sabido que a temporada de verão atrai uma grande concentração de pessoas ao balneários. Sejam praias, lagos, rios ou mesmo clubes! Sejam centros de aglomeração de ricos ou populares... há um fenômeno: a farofagem!!

Acesse o link: http://desciclo.pedia.ws/wiki/Farofeiro

Boa semana!!
Aristides Faria

12.10.2007

Hospitalidade urbana & Globalização

Globalizar, em um sentido de compartilhar, é um hábito da humanidade. Desde as primeiras incursões dos grupos primitivos pode-se inferir uma constante troca de costumes, informações e conhecimentos.

Acredita-se que a cultura do "compartilhar", com o crescimento e a diversificação da população mundial, tornou-se viável apenas por conta de outra natureza humana. A hospitalidade. Isto por que o deslocamento humano e as situações de encontros culturais (porque não choque?) aumenta a cada dia, apesar da homogeneização comercial, também em andamento. "Hospitalidade" tomou uma amplitude muito grande! Deixou o conceito de bem receber, alcançando hoje um status de compreender, amar, aprender e solidarizar.

Com o processo paralelo de urbanização, perde-se bastante o convívio social autêntico, despido de obrigações e aparências. Assim, ser global não pode ser apenas conhecer idiomas e saber das novidades tecnológicas. Mas, compartilhar costumes, informações e conhecimentos, quer que estejamos!

12.09.2007

Turismo e atitudes sustentáveis

Não fala japonês? Então...

video

Wellcome aboard!!

Interessante proposta de estudo em navio de cruzeiro!! Viva a renovação da educação em Turismo, Hotelaria e Gastronomia! Assista ao vídeo!! Dá uma vontaaaade...

RH Chinês em Operação

WTTC promove conferência sobre profissionais do sector na China

Sónia Gomes Costa: 5 de Dezembro de 2007

No dia 16 de Janeiro, o WTTC (World Travel & Tourism Council) vai realizar uma conferência internacional sobre os recursos humanos na indústria das Viagens e Turismo na China.

Este encontro terá lugar no JW Marriot Hotel em Xangai, na China, e pretende debater a formação de activos do Turismo, não só na China mas também a nível internacional. O grande objectivo da organização é que esta conferência seja um palco de troca de ideias, experiências e exemplos práticos no âmbito das políticas de recursos humanos na área do Turismo.

Matéria publicada em: publituris.pt/2007/12/05/wttc-promove-conferencia-sobre-profissionais-do-sector-na-china/

Gesão profissional de RH em Hospitalidade


Projeto "Recife Receptivo" quer habilitar 3000 profissionais do turismo

Sónia Gomes Costa: 5 de Dezembro de 2007

O Recife Receptivo é um projeto que visa melhorar o atendimento ao turista já na próxima temporada. A proposta do novo projeto da Prefeitura do Recife é que os visitantes sejam recebidos com maior qualidade e informação sobre os atrativos da cidade pelos cerca de 3000 profissionais do setor (guias de turismo, motoristas, funcionários de restaurantes, entre outros).

Nesse âmbito, entre hoje e 15 de Dezembro, uma equipe de técnicos vai percorrer 30 estabelecimentos turísticos do Recife para divulgar aos vários profissionais a informação detalhada sobre o calendário de eventos do Ano do Turismo na capital pernambucana.

Matéria publicada em: publituris.pt/2007/12/05/recife-receptivo-quer-habilitar-3000-profissionais-do-turismo/

Certificação profissional: IH

O Instituto de Hospitalidade (IH) está com inscrições abertas até sexta-feira (7) para a certificação de gerentes de meios de hospedagem. Todo o processo é gratuito por meio da parceria com o Sebrae e a Associação Brasileira da Indústria Hoteleira (ABIH). A Certificação da Qualidade Profissional pode ser obtida por profissionais que já atuam na hotelaria nas áreas executiva ou operacional.

As provas são realizadas em um turno e em Salvador, cidade-sede do IH, o participante poderá escolher o dia e horário entre hoje (3) e 16 de dezembro. Outras cidades como Rio de Janeiro, Belo Horizonte, São Paulo, Curitiba, Florianópolis e Fortaleza também irão sediar o processo.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail abaixo. (Délia Coutinho)

Serviço
certificaABIH@hospitalidade.org.br
www.hospitalidade.org.br

Matéria publicada em: hoteliernews.com.br/HotelierNews/Hn.site.4/NoticiasConteudo.aspx?Noticia=38125&Midia=2

Turismo brasileiro cresceu 10,2 por cento

Sara Pelicano: 6 de Dezembro de 2007

As previsões de crescimento do turismo brasileiro neste ano são de 12,9 por cento. No terceiro trimestre, o aumento do facturamento do sector, face a 2006, foi de 10,2 por cento. Os dados resultam de um estudo realizado pela Fundação Getúlio Vargas, em parceria com a Embratur.

Matéria completa: http://www.publituris.pt/2007/12/06/turismo-brasileiro-cresceu-102-por-cento/

Rotatividade no alto escalão da TAP


Dança de cadeiras na TAP

Ruben Obadia: 6 de Dezembro de 2007

"Durante a sua intervenção no 33º congresso da APAVT, que decorre até hoje, dia 6, em Armação de Búzios, Brasil, o CEO da TAP anunciou mexidas na equipa comercial da empresa.A nova filosofia da companhia aérea, com o surgimento de estruturas regionais, está na base das mudanças agora anunciadas".

Confira a matéria na íntegra: http://www.publituris.pt/2007/12/06/danca-de-cadeiras-na-tap/

12.04.2007

Crianças vêem. Crianças fazem.

Imagens dizem mais que palavras! Antes de adotar qualquer postura negativa ou emanar energias pouco agregadoras, seja em casa ou no trabalho, pense nisso:

Oportunidade de desenvolvimento

Aproveito este espaço para divulgar a abertura das inscrições aos cursos de especialização da Universidade de São Paulo. São três opções: Gestão Mercadológica em Turismo e Hotelaria; Gestão Mercadológica em Viagens Corporativas; e Especialização Profissional em Hotelaria.

Acesse o link e sucesso no processo seletivo: http://www.eca.usp.br/gestur/index.htm

Fábula: o vagalume e a serpente


Dentre os problemas de comportamento que invadem diariamente o ambiente corporativo a inveja é dos piores! Concorda? Este "sentimento" corroe o desempenho, as energias positivas e tudo o que está por volta! As pessoas passam a não sentirem-se à vontade para atuar! O desejo de fazer de cada dia de trabalho um espetáculo se esvai. Eis uma fábula que ilustra a situação! Confira:

Conta a lenda que uma vez uma serpente começou a perseguir um vagalume. Este fugia rápido, com medo da feroz predadora e a serpente nem pensava em desistir. Fugiu um dia e ela não desistia, dois dias e nada... No terceiro dia, já sem forças o vagalume parou e disse a cobra:

-Posso lhe fazer três perguntas?

-Não costumo abrir esse precedente para ninguém, mas já que vou te devorar mesmo, pode perguntar...

- Pertenço a sua cadeia alimentar?

- Não!

-Eu te fiz algum mal?

- Não!

-Então, por que você quer acabar comigo?

- Por que não suporto ver você brilhar ...

12.03.2007

Alcoolismo na empresa?


Muitas vezes (ou sempre) o Gestor de RH tem a responsabilidade de alinhar atitudes impróprias dentro do ambiente da empresa. Quando o problema é causado pelo álcool... você pode oferecer uma ajuda baseada neste vídeo! Não queremos banalizar este problema que é sério e afeta muitas pessoas e famílias, mas um pouco de bom humor sempre colabora! Acesse o link: http://view.break.com/355687

11.29.2007

Alegria + Amor ao trabalho

Tudo bem... não é este vídeo de quatro segundos que resume a intenção deste blog. Mas uns instantes de "descanço" ao cérebro caem bem!! Vale a pena, sinta-se criança!!



Agora aproveito para desafiar... faça um desses!!

25 atitudes positivas para o trabalho

Gostaria de compartilhar este material recebida pela web na íntegra!! Muito bom!!

"Tornar o cotidiano profissional mais leve e prazeroso às vezes só depende de pequenas mudanças no modo de pensar, agir e reagir. Aqui, trabalhadores como você e especialistas em convivência e cooperação ensinam os passos para melhorar as relações, facilitar a comunicação e tornar as atividades gratificantes. São conceitos atuais, mas que também encontram eco nos milenares ensinamentos de sábios chineses e filósofos gregos. Confira os bons conselhos de ontem, hoje e sempre". Texto: Wilson F. D. Weigl

1 Baseie sua liderança em valores éticos

"Os verdadeiros líderes se perguntam sempre qual é seu papel no mundo e se são mobilizados para a verdade, a bondade e a beleza. Eles se preocupam com questões dessa natureza porque sabem que contribuem para a evolução. Caso contrário, não são líderes"
Jair Moggi e Daniel Burkhard, consultores empresariais, no livro Como Integrar Liderança e Espiritualidade (Negócio Editora/ed. Campus)

2 Abra sua cabeça para as novas idéias

"O único meio de fortalecer o intelecto é não ter uma opinião rígida sobre nada ­ deixar a mente ser uma estrada aberta a todos os pensamentos"
John Keats, poeta britânico (1795-1821)

3 Seja organizado e disciplinado

"Quem a cada manhã planeja as atividades do dia e segue esse plano usa um fio que vai guiá-lo através de um labirinto de uma vida bastante atarefada. A organização disciplinada do tempo é como um raio de luz que se projeta em todos os seus compromissos. Mas onde não há um plano, onde a disposição do tempo fica simplesmente entregue ao acaso dos acontecimentos, logo reinará o caos"
Victor Hugo, escritor francês (1802-1885)

4 Mentalize sempre o melhor

"Sempre que estou envolvido em algum desafio profissional, mentalizo coisas positivas e peço proteção a meus guardiães espirituais. Quando vou ter que enfrentar uma situação de confronto, imagino meu interlocutor calmo e a conversação transcorrendo em clima amigável. Depois, quando alcanço o objetivo, agradeço e acendo uma vela"
José Luís Baraúna, 39 anos, gerente de vendas, de São Paulo

5 Equilibre trabalho e vida pessoal

"É um erro contar com o trabalho como única fonte de satisfação. Do mesmo modo que os humanos precisam de uma dieta variada para manter a saúde, também precisamos de atividades variadas que nos dêem a sensação de prazer e a satisfação. Alguns especialistas sugerem que um bom começo é fazer uma lista de coisas que você gosta de fazer, de seus talentos e interesses e até de coisas novas as quais gostaria de experimentar. Pode ser jardinagem, culinária, esporte, aprender uma nova língua ou se dedicar a um trabalho voluntário. Dessa forma, se passarmos por um período de baixa no trabalho, poderemos recorrer à família, aos amigos, aos passatempos e a outros interesses como fonte principal de satisfação. Quando a fase passa, podemos retornar ao trabalho com interesse e entusiasmo renovados"
Dalai-lama, no livro A Arte da Felicidade no Trabalho, com Howard C. Cutler (ed. Martins Fontes)

6 Mude sua rotina

"Quando nos sentimos desgastados pelas tarefas rotineiras, é hora de descobrir como incorporar algum tipo de inovação em nosso trabalho. As pesquisas internacionais mostram que hoje consegue se sobressair no ambiente de trabalho não aquele que chega trazendo novidades de fora, mas sim quem se mostra capaz de executar as mesmas funções de modo diferente. Todos os trabalhos incluem algumas atividades maçantes, como acontece com a própria vida. Pesquise, estude, olhe a seu redor e procure novas e mais estimulantes formas de executar suas velhas tarefas"
Marianita Xavier Crenitte, psicóloga e diretora da Novo Ser Consultores Associados, de São Paulo

7 Eleja prioridades

"Ao lado da nobre arte de conseguir fazer coisas, existe a nobre arte de deixar as coisas por fazer. A sabedoria da vida consiste em eliminar o que não é essencial"
Lin Yutang, filólogo e escritor chinês (1895-1976)

8 Ouça realmente o que dizem a você

"Podemos até nos considerar bons ouvintes, mas o que fazemos na maior parte das vezes é ouvir seletivamente, fazendo julgamentos sobre o que está sendo dito e pensando em maneiras de terminar a conversa ou direcioná-la de modo mais prazeroso para nós. O ouvir ativo requer um esforço consciente e disciplinado para silenciar toda a conversação interna, enquanto ouvimos outro ser humano. Isso exige sacrifício, uma doação de nós mesmos para de fato entrar no mundo da outra pessoa. O ouvinte ativo tenta ver as coisas como quem fala as vê e sentir as coisas como quem fala as sente"
James C. Hunter, consultor de relações de trabalho americano, no livro O Monge e o Executivo (ed. Sextante)

9 Focalize-se no presente

"Concentre sua energia no momento sem se envolver demais com fatos do passado e expectativas sobre o futuro. Nossa mente funciona como um computador, guarda informações que precisam ser deletadas para a entrada de novos dados. Use todos seus talentos e suas competências para traçar o caminho profissional do jeito que você quer que ele seja"
Francisco Cirilo, consultor empresarial da Dignity Holistic Institute, de Campinas, São Paulo

10 Seu trabalho é para você mesmo

"Quando temos a ilusão de estar doando nossa energia em proveito do chefe ou do empregador, corremos o risco de encarar as obrigações e responsabilidades como fardos. Mas se reformularmos nosso pensamento e tomarmos consciência de que nosso ofício nos traz remuneração ­ que nos proporciona fazer e comprar o que gostamos ­, que estamos sempre crescendo e aprendendo algo, descobriremos que somos nós mesmos os destinatários finais de todos nossos esforços"
Beatriz Cardella, psicóloga, de São Paulo

11 Abra um sorriso ­ e o coração

"Sorria, seja prestativo e bem-humorado. Se conseguimos nos tornar um ouvinte que melhora a auto-estima dos outros, as pessoas vão naturalmente nos procurar e depositarão confiança em nós"
Gerald Michaelson e Steven Michaelson, consultores americanos, no livro Sun Tzu para o Sucesso (ed. Cultrix), adaptação do livro chinês A Arte da Guerra para o mundo dos negócios

12 Perceba a grandeza de seu ofício

"Anseio por executar uma tarefa grande e nobre, mas é meu dever principal executar tarefas humildes como se fossem grandes e nobres. O mundo é movido não só pelos vigorosos empurrões dos seus heróis mas também pelo conjunto dos pequenos empurrões de cada trabalhador honesto"
Helen Keller, escritora e ativista americana (1880-1968)

13 Saia da roda da negatividade


"Sempre que estiver sob intensa pressão ou dominado por sentimentos negativos, simplesmente pare. Saia da sala, tome um chá, respire, se possível dê uma caminhada e desvie a mente do foco do problema. Procure quebrar a seqüência do raciocínio pesado, sinta-se juntando forças para mais tarde enfrentar o problema. Às vezes, simplesmente levantar da cadeira e mudar de ares já ajuda a recuperar a leveza e encontrar um novo vigor para tomar decisões"
Mário Enzo, administrador e consultor de empresas,de São Paulo, autor do livro Empreendedor Zen ­ As Chaves da Prosperidade sem Estresse (ed. 21)

14 Pratique a competição saudável


"A competição é salutar quando serve de parâmetro para clarear nossos objetivos e servir de alavanca para o crescimento pessoal. Quando observamos o sucesso de um colega ou uma empresa concorrente, podemos retirar desse exemplo preciosas lições a ser aproveitadas no aperfeiçoamento profissional. Com base nessa análise, podemos descobrir o que falta em nós para alcançar resultados tão positivos"
Marianita Xavier Crenitte, psicóloga e diretora da Novo Ser Consultores Associados, de São Paulo

15 Saiba delegar

"Ninguém, com certeza, é capaz de assumir a liderança em todos os campos, pois para um homem os deuses concederam as proezas da guerra, a outro, da dança, para outro, a da música e do canto e, em um outro, o todo-poderoso Zeus colocou uma boa cabeça"
Homero, poeta grego que viveu no século 9 a.C. e escreveu a Ilíada

16 Aceite as mudanças

"Aprendi com o budismo o significado da impermanência, de que tudo no Universo está constantemente se transformando. Tinha dificuldade em aceitar as mudanças, de emprego, de cargo, de colegas e colaboradores que entravam e saíam. No pensamento oriental, entendi que o Universo é sábio ao transformar nossos caminhos. E mesmo se for para algo mais difícil ou complicado, é porque essa experiência nos traz uma lição ou um aprendizado necessários. Nada nem ninguém nos pertence e temos sempre que deixar algo para trás e começar de novo"
Régis Aurélio Castro, 33 anos, representante comercial, de São Paulo

17 Expresse emoções sinceras

"Compartilhar com os outros nossas opiniões e nossos sentimentos sinceros gera uma relação de proximidade com as pessoas. Assim, criamos um ambiente de intimidade e camaradagem. Conquistamos algo ainda mais importante: fazemos com que os outros se interessem pelo nosso desenvolvimento pessoal"
Gerald Michaelson e Streven Michaelson, consultores americanos, no livro Sun Tzu para o Sucesso (ed. Cultrix), adaptação do livro chinês A Arte da Guerra para o mundo dos negócios

18 Seja exigente na medida certa

"Não busque todas as qualidades em uma só pessoa"
Confúcio, sábio chinês (551-479 a.C.)

19 Descubra sua vocação e estabeleça sua meta

"Conhecer quais são nossas metas mais íntimas é parte fundamental para se sentir realizado profissionalmente. Sua vocação pode estar bem no fundo de seu coração, como uma vontade, às vezes escondida até de sua parte consciente. É preciso conhecer nosso 'arzoo', palavra indiana que designa o desejo e a vontade do coração. Uma vez que conseguimos definir e estabelecer uma meta arzoo, nos equipamos com uma mola propulsora de motivação constante, de inesgotável força, que dificilmente será abalada"
Mário Enzio, administrador e consultor de empresas, de São Paulo, autor do livro Empreendedor Zen ­ As Chaves da Prosperidade sem Estresse (ed. 21)

20 Coloque-se no lugar dos outros

"Grande Espírito, ajuda-me a jamais julgar o outro até que eu tenha andado em seus mocassins"
Prece dos índios sioux americanos

21 Compreenda para ser compreendido

"Quando ouvimos mais com a intenção de compreender os outros do que com a de retrucar, começamos a construir a verdadeira comunicação. As oportunidades para falar abertamente e ser mais bem compreendido surgem de modo mais fácil e espontâneo. Procurar compreender exige consideração, procurar ser entendido requer coragem"
Stephen R. Covey, consultor de programas de liderança em mais de 100 empresas da lista das 500 maiores do mundo, em seu livro Princípios Essenciais das Pessoas Altamente Eficazes (ed. Sextante)

22 Não tome os conflitos pelo lado pessoal

"Se você está numa situação em que há colegas hostis ou supervisores ríspidos, adotar uma perspectiva mais ampla pode ajudar: perceber que o comportamento daquela pessoa pode não ter nada a ver com você, que devem existir outros motivos para aquele comportamento e não levar a coisa para o lado pessoal. Na verdade, os acessos de hostilidade talvez tenham mais a ver com problemas bem diferentes, talvez até com problemas em casa. Às vezes, temos a tendência a esquecer essas verdades elementares"
Dalai-lama no livro A Arte da Felicidade no Trabalho, com Howard C. Cutler (ed. Martins Fontes)

23 Adoce as palavras

"Elogio ruidosamente, reprovo suavemente"
Catarina II, imperatriz da Rússia (1729-1796)

24 E, depois do trabalho, relaxe...

"Os arqueiros curvam seus arcos quando querem atirar e os afrouxam quando o alvo é atingido. Se o arco fosse mantido sempre retesado, quebraria e falharia quando o arqueiro precisasse dele. Assim é como os homens. Se constantemente se dedicarem a um trabalho sério e jamais relaxarem um pouco com um passatempo ou um esporte, perdem o bom senso e enlouquecem"
Heródoto, filósofo grego (484-420 a.C.)

25 Faça pausas para reflexão

Seja solidário, faça elogios: sua confiança será retribuída. "Todos os dias, paro alguns minutos e faço uma espécie de meditação, de pausa interior, tentando observar de fora meus pensamentos. Nesse momento, saio do turbilhão mental ­ o meu próprio e o das outras pessoas ­ e consigo separar o que é realmente importante do que é descartável. Depois disso, as provocações e as picuinhas com colegas, por exemplo, parecem encolher, como se eu estivesse as vendo de longe. E consigo colocar em padrões mais aceitáveis a necessidade de cobrar ­ de mim mesmo e dos outros. Dessa perspectiva, com a mente calma, sinto que sou eu mesma quem dirige meus atos, e não os outros" Daniella Tavares Amaral, 37 anos, empresária, de São Paulo

Fonte: SecTalentos




PUBLICAÇÃO SIMULTÂNEA
: ABBTUR SÃO PAULO e OUTRO LADO DA NOTÍCIA

11.19.2007

Obrigação vs. Responsabilidade Social


Notícia publicada pelo site www.hoteliernews.com.br. Fico me perguntando se isto se trata de obrigação moral ou de responsabilidade social... O que você pensa?!?! De qualquer modo, é uma excelente notícia!

"A Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPD), em parceria com a Secretaria Especial de Turismo (Setur), oferece o curso Como melhor atender ao turista com deficiência por meio do aprendizado da linguagem brasileira de sinais (libras)".


Matéria completa: http://www.hoteliernews.com.br/HotelierNews/Hn.site.4/NoticiasConteudo.aspx?Noticia=37538&Midia=2

Crescimento do mercado hoteleiro em Portugal


Realmente, o mercado da hospitalidade é fascinante!! Ao contrário do que parece, é profundamente "business"! Em matéria sobre o desempenho do mercado imobiliário/hoteleiro, o site www.publituris.pt apresenta dados e informações riquíssimas sobre os anos de 2006 e perspectivas sobre o biênio 2007/2008.

"As previsões para 2007/ 2008 apontam para a continuação da evolução favorável da actividade hoteleira. Os dados correspondentes ao primeiro semestre de 2007 reflectem um aumento do número de noites de 5,8% nos estabelecimentos hoteleiros, comparativamente ao mesmo período do ano passado. Indicador este que faz prever que o valor de mercado cresça a um ritmo de 8% ao ano em 2007 e 2008".

Confira a matéria completa em: http://www.publituris.pt/2007/11/15/volume-de-negcios-dos-hotis-cresceu-11-em-2006/

Crescimento do mercado Chinês


Em outras postagens apresentamos dados sobre o desempenho dos mercados brasileiro, chinês e mundial, como um todo. Notícia publicada pelo site www.publituris.pt confirma a expansão da massa consumidora de produtos turísticos na região leste da Ásia e do Pacífico.


Rita Andrade
16 de Novembro de 2007

"De acordo com os dados do Ministério de Turismo (MT) do Camboja, durante o primeiro semestre de 2007, o país recebeu a visita de 1.118.656 turistas, o que se traduz em quase 20% mais do que em 2006.


O Governo já fez saber que quer fazer com que o turismo contribua para o desenvolvimento económico do país, impulsionando para isso, os sectores de transporte e de serviços de modo a incrementar em simultâneo os índices de emprego".



Confira: http://www.publituris.pt/2007/11/16/turismo-cresce-20-no-camboja/



11.14.2007

Sinceridade infantil!

Sabe aquele colega de trabalho que exalta quando diz "Falo meeeeesmo"! Ou aquele que se vangloria quando diz: "Não baixo a cabeça pra ninguém, nãããããão"!! rsrsrsrs Além de deselegância, esta infantilidade pode deixa-lo em apuros... e envolver os outros membros do time também!! Neste vídeo, fazemos um paralelo entre a infantilidade bonita de uma criança e a atitude infantil de um "parceiro" desagregador. Confira:


video

Capacidade de aprendizagem (1)

Gostaria de multiplicar uma mensagem recebida pela web... São ações simples para fortalecer nosso cérebro e expandir ainda mais nossa capacidade de relação com o ambiente externo... e com nós mesmos!


Trocar de mão para escovar os dentes é bom para o cérebro. O simples gesto de trocar de mão para escovar os dentes, contrariando a rotina e obrigando a estimulação do cérebro, é uma nova técnica para melhorar a concentração, treinando a criatividade e inteligência e, assim, realizando um exercício de NEURÓBICA.


Uma descoberta dentro da Neurociência vem revelar que o cérebro mantém a capacidade extraordinária de crescer e mudar o padrão de suas conexões.
Os autores desta descoberta, Lawrence Katz e Manning Rubin (2000) revelam que NEURÓBICA, a "aeróbica dos neurônios", é uma nova forma de exercício cerebral projetada para manter o cérebro ágil e saudável, criando novos e diferentes padrões de atividades dos neurônios em seu cérebro.


Cerca de 80% do nosso dia-a-dia é ocupado por rotinas que, apesar de terem a vantagem de reduzir o esforço intelectual, escondem um efeito perverso: limitam o cérebro.
Para contrariar essa tendência, é necessário praticar exercícios "cerebrais" que fazem as pessoas pensarem somente no que estão fazendo, concentrando-se na tarefa. O desafio da NEURÓBICA é fazer tudo aquilo que contraria as rotinas,obrigando o cérebro a um trabalho adicional.


Tente fazer um teste:

- Use o relógio de pulso no braço direito;

- Escove os dentes com a mão contrária da de costume;

- Ande pela casa de trás para frente (vi na China o pessoal treinando isso num parque);

- Vista-se de olhos fechados;

- Estimule o paladar... coma coisas diferentes;

- Veja fotos de cabeça para baixo;

- Veja as horas num espelho;

- Faça um novo caminho para ir ao trabalho.


A proposta é mudar o comportamento rotineiro. Tente, faça alguma coisa diferente com seu outro lado e estimule o seu cérebro. Vale a pena tentar ! Que tal começar a praticar agora, trocando o mouse de lado?

Ou você prefere ter o cérebro do Homer Simpson?!?! rsrsrsrs

11.13.2007

Capacidade de aprendizagem

Muitos se queixam de "não ter facilidade pra isso", "não conseguir aquilo"... quando o RH busca implementar um programa de identificação de habilidades, mapeamento de aptidões então!!! E se for um processo de seleção interno??? rsrsrsrs

Vejam esta demonstração da flexibilidade de nosso cérebro! Isso é para provar que, ainda que com velocidades diferentes, o cérebro de cada um de nós é dotado de uma infinita capacidade de aprender e se moldar!! É libertador rsrsrsrsrs!!

Se você conseguir ler as primeiras palavras do texto abaixo, o seu cérebro
decifrará automaticamente as outras... é incrível, fantástico!
3M D14 D3 V3R40, 3574V4 N4 PR414,
0853RV4ND0 DU45 CR14NC45
8R1NC4ND0 N4 4R314.
3L45 7R484LH4V4M MU170 C0N57RU1ND0
UM C4573L0 D3 4R314, C0M 70RR35,
P4554R3L45 3 P4554G3NS 1N73RN45.
QU4ND0 3574V4M QU453 4C484ND0,
V310 UM4 0ND4 3 D357RU1U 7UD0,
R3DU21ND0 0 C4573L0
4 UM M0N73 D3 4R314 3 35PUM4.
4CH31 QU3, D3P015 D3 74N70 35F0RC0 3 CU1D4D0,
45 CR14NC45 C41R14M N0 CH0R0,
C0RR3R4M P3L4 PR414, FUG1ND0 D4 4GU4,
R1ND0 D3 M405 D4D45 3 C0M3C4R4M
4 C0N57RU1R 0U7R0 C4573L0.
C0MPR33ND1 QU3 H4V14 4PR3ND1D0
UM4 GR4ND3 L1C40;
G4574M05 MU170 73MP0 D4 N0554 V1D4
C0N57RU1ND0 4LGUM4 C0154
3 M415 C3D0 0U M415 74RD3,
UM4 0ND4 P0D3R4 V1R 3 D357RU1R 7UD0
0 QU3 L3V4M05 74N70 73MP0 P4R4 C0N57RU1R.
M45 QU4ND0 1550 4C0N73C3R
50M3N73 4QU3L3 QU3 73M 45 M405 D3 4LGU3M
P4R4 53GUR4R, 53R4 C4P42 D3 50RR1R!
S0 0 QU3 P3RM4N3C3, 3 4 4M124D3, 0 4M0R 3 C4R1NH0.
0 R3570 3 F3170 D3 4R314.
Nosso cérebro é fascinante, não é mesmo?


Consolidando resultados

A postagem anterior refere-se ao desempenho do mercado internacional de turismo. Como profissionais de Rh em Hospitalidade, temos o dever de compreender as variáveis do mercado, suas movimentações e tendências. Assim, gostaria de fazer algumas reflexões sobre dados mais detalhados publicados ontem pela Organização Mundial do Turismo (OMT).

01. Os oito primeiros meses de 2007 apresentaram incremento de 5,7% em relação ao mesmo período do ano passado. Sendo julho teve desempenho 9% melhor e agosto, 5%;

02. A região que apresentou melhor desempenho nas movimentações foram Ásia e Pacífico, respectivamente como emissor e receptor. Este fato, é claro, motivado pela contínua expansão do mercado Chinês. Além do grande número de clientes em potencial (literalmente falando), o poder aquisitivo e a massa consumidora vem aumentando. O Turismo tende a se popularizar na região. Infelizmente, por conta da distância geográfica entre Brasil e China, acabamos não ganhando muito com o crescimento daquele mercado, afinal... eles podem visitar as ilhas do Pacífico... competição desleal!! rsrsrsrsrs Inclusive, a China nem consta entre os países que receberão investimento em divulgação internacional do turismo brasileiro, pela EMBRATUR.



03. Os dados da OMT apontaram Brasil, Argentina e Coréia do Sul como emissores mais ativos neste período. Foram países (grandes fornecedores de commodities no mercado internacional) que apresentaram crescimento econômico no período e, virtualmente, aumentaram seu poder aquisitivo com a desvalorização da moeda norte-americana.

Finalizando, lembro que o turismo interno brasileiro apresentou crescimento de 7% nos últimos 12 meses!! 1,3% a mais que a média do turismo internacional!!

Boa dia a todos!!
Sucesso!!
Aristides Faria
* Foto: monumentos da cultura polinésia. Hawaii (EUA).

11.12.2007

Desempenho do mercado de Turismo

Notícia reproduzida no website www.gestour.com.br sobre o panorama do mercado de turismo internacional e nacional. Os dados foram apresentados ao trade durante a abertura do encontro da Brazilian Tour Operators Association (BRAZTOA). Confira um trecho:

"O maior impacto do turismo em 2006 é das viagens internacionais, com 24% do desempenho comercial dos 57 operadores que integram a Braztoa – Associação Brasileira de Operadores de Turismo. A estabilidade do cenário econômico e a queda contínua do dólar funcionaram como grandes indicadores que impulsionaram as viagens para o exterior, quatro vezes o movimento interno. As viagens dentro do Brasil apresentaram um aumento de 7%, “um número razoável dentro do panorama de crise aérea, problemas de aeroportos e vôos”, como destacou o presidente José Eduardo Barbosa, na coletiva que inaugura a nova sala de imprensa do Encontro Comercial Braztoa".

Matéria completa em:
http://www.gestour.com.br/webengine/servlet/Controller?command=gestour&modulo=noticias&id=38575

Segundo, terceiro, quarto idioma... sem contar a língua pátria!!

Matéria publicada no site da Revista Fator...

Gestor de RH e política de idiomas: Quais aspectos o RH deve levar em conta na hora de escolher uma escola de idiomas para sua empresa.

O fenômeno da globalização, ocasionado em larga medida pelos avanços tecnológicos e pela rapidez da comunicação entre as nações, intensificou ainda mais a necessidade de se falar outras línguas além da materna. Assim, a área de recursos humanos das corporações se viu obrigada a investir na implantação de políticas de idiomas para seus colaboradores e executivos. O que antes era visto como simplesmente um benefício, hoje se tornou uma necessidade para geração de resultados.

“Com o boom da globalização, as empresas perceberam que seus colaboradores tinham uma real demanda de falar outro idioma no seu dia-a-dia”, diz Valéria de Almeida, consultora de negócios da Seven Idiomas, instituição que há 17 anos é responsável pela implantação de políticas de idiomas em diversas empresas no País. Segundo Almeida, diferentemente de um benefício, o programa de idiomas, hoje, apresenta objetivos ligados diretamente à função exercida pelo colaborador. “O projeto é desenhado após avaliação das necessidades peculiares da empresa, criando-se um plano de trabalho e o formato do curso, se será individual ou em grupo e a carga horária necessária”, explica.

Veja na íntegra:
http://www.revistafator.com.br/ver_noticia.php?not=23603 : 08/11/2007 - 12:35

Equipes auto-gerenciáveis.

Quando lançamos este blog apresentamos a proposta-base: "gestão de equipes em turismo, hotelaria e gastronomia". Estamos buscando, por diversos meios e com auxilio de vários materiais, dissertar sobre a arte de conduzir, liderar, chefiar, motivar (etc. etc. etc.) times de trabalho.

São muitos os títulos disponíveis sobre este tema. Há muitas maneiras de se abordar esta temática. Aliás, o princípio básico é "ser flexível". Ser resiliente, capaz de adaptar o estilo gerencia ao mercado, ao perfil do colaborador/colega e à região onde estás localizado.

Este vídeo (2:51) é uma bela arte sobre "Equipes Auto-gerenciáveis". Ele termina apresentando um paralelo sobre oscilações do mercado, sobre emoções sabotadoras... enfim, sobre as variáveis negativas que o mundo dos negócios nos disponibiliza como cortesia!!

11.10.2007

Treinamento empresarial: missão impossível (1)

Sabe aquele colaborador que acha preencher FNRH impossível e chato!? Então... desafie ele!
video

Certificação Profissional

Nada contra os fanáticos pela "Regulamentação Profissional do Bacharel em Turismo"... mas para quem busca profissionalização do setor de modo mais rápido, real e coerente com a realidade operacional das empresas de hospitalidade... Vale a dica!!

11.09.2007

09 de novembro: Dia do Hoteleiro!

Parabéns ao pessoal que atua (muito arduamente) no segmento de hotelaria! Hoje, dia do hoteleiro, mas sobretudo da hoteleira... é de se festejar e renovar o ânimo!! Quem vive a hospitalidade, sabe. Vale a pena! Parabéns a todos!

Neste vídeo, Ana Hickman vive um dia - de luxo - em hotel de luxo! Redundante??

Complexidade feminina!

O blog não se destina a debater o relacionamento afetivo entre homens e mulheres (o que, aliás, não tem fim)... mas, tomamos a liberdade de fazer um paralelo! Esta ilustração de diálogo retrata bem o que acontece nas relações homem/mulher em diversas situações. Sejam de trabalho, sociais ou afetivas.

Acredito que todos que estabeleceram algum tipo de relacionamento por mais de um, dois ou três meses... se identifica!! Sem ser machista... mas é uma realidade (não generalizada) do universo feminino, seja em casa, ou no trabalho! Vale a pena!!

COMPLEXIDADE FEMININA: SIMPLES... MUITO SIMPLES....



M - Onde você vai?
H - Vou sair um pouco.
M - Vai de carro?
H - Sim.
M - Tem gasolina?
H - Sim... coloquei.
M - Vai demorar?
H - Não... coisa de uma hora.
M - Vai a algum lugar específico?
H - Não... só rodar por aí.
M - Não prefere ir a pé?
H - Não... vou de carro.
M - Traz um sorvete pra mim!
H - Trago... que sabor?
M - Manga.
H - Ok... na volta eu passo e compro.
M - Na volta?
H - Sim... senão derrete.
M - Passa lá, compra e deixa aqui.
H - Não... melhor não! Na volta... é rápido!
M - Ahhhhh!
H - Quando eu voltar eu tomo com você!
M - Mas você não gosta de manga!
H - Eu compro outro... de outro sabor.
M - Aí fica caro... traz de cupuaçu!
H - Eu não gosto também.
M - Traz de chocolate... nós dois gostamos.
H - Ok! Beijo... volto logo...
M - Ei!
H - O que?
M - Chocolate não... Flocos...
H - Não gosto de flocos!
M - Então traz de manga prá mim e o que quiser prá você.
H - Foi o que sugeri desde o começo!
M - Você está sendo irônico?
H - Não... tô não! Vou indo.
M - Vem aqui me dar um beijo de despedida!
H - Querida! Eu volto logo... depois.
M - Depois não... quero agora!
H - Tá bom! (Beijo.)
M - Vai com o seu ou com o meu carro?
H - Com o meu.
M - Vai com o meu... tem cd player... o seu não!
H - Não vou ouvir música... vou espairecer.. ..
M - Tá precisando?
H - Não sei... vou ver quando sair!
M - Demora não!
H - É rápido... (Abre a porta de casa.)
M - Ei!
H - Que foi agora?
M - Nossa!!! Que grosso! Vai embora!
H - Calma... estou tentando sair e não consigo!
M - Porque quer ir sozinho? Vai encontrar alguém?
H - O que quer dizer?
M - Nada... nada não!
H - Vem cá... acha que estou te traindo?
M - Não... claro que não... mas sabe como é?
H - Como é o quê?
M - Homens!
H - Generalizando ou falando de mim?
M - Generalizando.
H - Então não é meu caso... sabe que eu não faria isso!
M - Tá bom... então vai.
H - Vou.
M - Ei!
H - Que foi, cacete?
M - Leva o celular, estúpido!
H - Prá quê? Prá você ficar me ligando?
M - Não... caso aconteça algo, estará com celular.
H - Não... pode deixar...
M - Olha... desculpa pela desconfiança. .. estou com saudade... só isso!
H - Ok meu amor... Desculpe-me se fui grosso. Tá.. eu te amo!

M - Eu também!
M - Posso futricar no seu celular?
H - Prá quê?
M - Sei lá! Joguinho!
H - Você quer meu celular prá jogar?
M - É.
H - Tem certeza?
M - Sim.
H - Liga o computador.. . lá tem um monte de joguinhos!
M - Não sei mexer naquela lata velha!
H - Lata velha? Comprei pra a gente mês passado!
M - Tá.. ok... então leva o celular senão eu vou futricar...
H - Pode mexer então... não tem nada lá mesmo...
M - É?
H - É.
M - Então onde está?
H - O quê?
M - O que deveria estar no celular mas não está...
H - Como !?
M - Nada! Esquece!
H - Tá nervosa?
M - Não... tô não...
H - Então vou!
M - Ei!
H - Que ééééééé?
M - Não quero mais sorvete não!
H - Ah é?
M - É!
H - Então eu também não vou sair mais não!
M - Ah é?
H - É.
M - Oba! Vai ficar comigo?
H - Não vou não... cansei... vou dormir!
M - Prefere dormir do que ficar comigo?
H - Não... vou dormir, só isso!
M - Está nervoso?
H - Claro, porra!!!
M - Por que você não vai dar uma volta para espairecer?

11.06.2007

Formação de sucessores

Foi publicado no site administradores.com.br matéria sobre a incapacidade das lideranças em desenvolver sucessores e líderes dentro da organização. Acesse o link: http://www.administradores.com.br/noticias/_rh_se_sente_incapaz_de_formar_lideres_eficazes/12732/
Veja este trecho: "O estudo mostra que os problemas de liderança estão afetando organizações no mundo inteiro. As empresas na região Ásia Pacífico são as mais preocupadas com sua capacidade de desenvolver futuros líderes (88%); seguidas das empresas da América Latina (74%); Europa (74%); Oriente Médio (74%); e África (74%); Japão (73%) e América do Norte (69%)".

São dados que assustam por um lado... contudo, mostram que a situação é global...

Confiram!!

Links de vídeos da área!

Emprego de A a Z: R de relacionamento:

http://youtube.com/watch?v=h6xHBZRu4u0&mode=related&search=

Dicas de um curriculum campeão:

http://youtube.com/watch?v=Ok5zYNjxBpg&mode=related&search=

Mercado de trabalho

http://jornalhoje.globo.com/JHoje/0,19125,3069-p-888-0,00.html

Emprego de A a Z: a importância do networking:

http://youtube.com/watch?v=MtaAW03aFJs&mode=related&search=

Empregabilidade:

http://vocesa.abril.com.br/evolucao/aberto/ar_213568.shtml

Como fazer apresentações:

http://www.baumon.com.br/39516_flash/39516/index.html

Marketing de Relacionamento:

http://youtube.com/watch?v=YmyT0XPoh0c&mode=related&search=

Marketing pessoal:

http://youtube.com/watch?v=uM8xEcX4Fv4

Marketing pessoal:

http://youtube.com/watch?v=8RxIEBMOvvg

QUEM MEXEU NO MEU QUEIJO - PARTE 1

http://www.youtube.com/watch?v=2garWG_TV_c

QUEM MEXEU NO MEU QUEIJO - PARTE 2

http://www.youtube.com/watch?v=VMM914mHqtI

Lição de vida: VOCÊ PODE - Tony Melandez

http://www.youtube.com/watch?v=Ies-lP6S-Ag

11.05.2007

Revolução no front desk!

Material de apoio aos profissionais de Treinamento e Desenvolvimento, a Psicólogos que batalham sobre "Motivação" no ambiente de trabalho... Ah, e para os colabores que acordam de mal com a vida!

Espaço no Orkut!

Gostaria de informar que a partir de hoje estamos lançando um espaço no website de relacionamentos Orkut! Inicialmente há comunidade... fiquem a vontade para participarem, bombarem os fóruns... Vamos fortalecer nossa corrente!!
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=41294632

Nunca, nunca mesmo maltrate um garçom!

É consenso entre os Turismólogos que, após concluir a graduação, ficamos muito mais exigentes e críticos quanto à qualidade dos produtos, serviços e ao atendimento pessoal... Mas, depois de começar a vida profissional... Começamos a concordar com um outro tabu: "Nunca maltrate um garçom". Excelente ...

"Que pessoal doido nesse hotel"!

Vejam que animação bacana!! Trata de um casal em lua de mel se hospedando em um hotel recém inaugurado. Durante a aventura, além do romantismo... a equipe nos brinda com pérolas da vida de hoteleiro!!

Levando bronca do atendente!

Quem nunca levou uma bronca do atendente?

Vídeo sobre atendimento telefônica!

Quem nunca percebeu aquele atendente que finge que o telefone não está tocando? Mas, por outro lado, qual o RH e/ou Gestor que nunca errou (até mesmo por querer economizar) o dimensionamento da demanda de colaboradores? Quem jamais deixou um colaborador para 5, 10, 15 clientes simultâneamente, como se fosse um malabarista do atendimento pessoal? Rsrsrs Enfim, uma tele-aula sobre NÃO-atendimento... Ah, mas isso não acontece na hotelaria... Rsrsrsrsrs

Planejamento turístico

Boa tarde pessoal...

Estamos inovando... inserindo alguns vídeos. Este desenho do personagem Pica-pau trata de hospitalidade! Uma verdadeira aula sobre "Planejamento Turístico", "Ocupação do solo" e a relação entre as comunidades receptoras e o turismo de massa! Muito bacana!!

Comercial antigo da Varig!

Eis uma lição sobre hospitalidade...

Boa semana a todos! Bom trabalho!!


INSPIRAÇÃO PARA HOJE
Como manter-se jovem :

1. Deixe fora os números que não são essenciais.
Isto inclui a idade, o peso e a altura.

Deixe que os médicos se preocupem com isso. Afinal, é para isso que lhes paga !.

2. Mantenha só os amigos divertidos. Os depressivos puxam para baixo.
(Lembre-se disto se for um desses depressivos!)
3. Aprenda sempre:
Aprenda mais sobre computadores, artes, jardinagem, o que quer que seja. Não deixe que o cérebro se torne preguiçoso.
"Uma mente preguiçosa é trabalho do diabo." E o nome do diabo é Alzheimer!

4. Aprecie mais as pequenas coisas.

5. Ria muitas vezes, durante muito tempo e alto. Ria até lhe faltar o ar.
E se tiver um amigo que o faça rir, passe muito e muito tempo com ele / ela!

6. Quando as lágrimas aparecerem
Agüente, sofra e ultrapasse.
A única pessoa que fica conosco toda a nossa vida somos nós próprios.
VIVA enquanto estiver vivo.

7. Rodeie-se das coisas que ama:
Quer seja a família, animais, plantas, hobbies, o que quer que seja.
O seu lar é o seu refugio.

8. Tome cuidado com a sua saúde:
Se é boa, mantenha-a.
Se é instável, melhore-a.
Se não a consegue melhorar, procure ajuda.

9. Não faça viagens de culpa.

Faça uma viagem ao centro comercial, até a um país diferente, mas NÃO para onde estiver a culpa
10. Diga às pessoas que ama que as ama a cada oportunidade.
E, se não mandar isto a pelo menos quatro pessoas - quem é que se importa? Mas pelo menos partilhe com alguém!

Márcia Luques

10.31.2007

Soma de incongruências!

Olá a todos!!

Gostaria de somar duas incongruências: costumamos complicar as coisas + devaneios do mercado.

Fiquei pensando nas injustiças que o mercado de trabalho comete e os mitos que foram promovidos por uma sociedade hipócrita. Enquanto desperdiçamos recursos naturais, inventaram um tal Protocolo de Kyoto. Um tratado internacional para fazer com que os que não tem mais recursos selvagens ou, ao menos conservados, possam patrocinar projetos de conservação pelo mundo a fora. É por aí que o mercado de trabalho está funcionando!!!

Enquanto muitos negócios prosperam por conta de uma gestão eficiente, por ter políticas de RH consistentes (e pouco complicadas), alguns derrapam na politicagem, no jeitinho. Vivemos na grande injustiça... se o indivíduo se empenha em conhecer uma segunda língua - mas conecer mesmo - enquanto completa um curso tecnico em hotelaria, acaba perdendo a vaga para um que não tem formação alguma, apenas um ano a mais de experiência prática no front desk.

Não é uma incongruência? O empresariado não apóia quem está estudando neste segmento >>> a pessoa se desmotiva >>> desiste da carreira >>> acaba fazendo conclusões sobre este mercado >>> difama a hospitalidade >>> difama as práticas descabidas de RH >>> ficamos todos com esta síndrome de falta de identidade!!

Abraço a todos!!

10.29.2007

Continua a questão!

Continuo me perguntando... Será que não é o RH quem complica processos? Será que não são os gestores quem complicam os processos, por "saberem de menos"? Será que não são as pessoas do operacional que complicam a operação, por "saberem demais"? Enfim... acredito que vivemos neste vício de complicar para descomplicar...

Criamos as capitais do business, surgiu o stress pós férias, inventamos o vício pelo trabalho e pela tecnologia para... Para? inventarmos spa's urbanos, templos de relaxamento, promover o estilo de vida zen, a moda Rip Chic e tudas promessas de uma vida mais light e desacelerada.

Bom, um exemplo então... sou concursado da São Paulo Turismo, como Analista de RH. Estou em fase de aguardo de convocação. Acreditem sai um comunicado mais ou menos assim... "conforme comunicado encaminhado pelo Ministério Público, a seleção ao cargo de Advogado foi suspensa. Os demais convocados devem entrar em contato imediatamente pelo (11) BBNN-PPII"...

Isso na véspera do meu aniversário!!! Ai Meu Deus, lá vem... Um baita comunicado complicado, um tanto formal demais... e pouco direto. No popular, complicado! Afinal telefonei no dia seguinte e "não era nada", "pode ficar tranquilo"! Poderia ter poupado um bom número de ligações, se o recado fosse mais direto!

Stress pós-férias é demais!!!
Abraço!!

10.26.2007

Intervalo!!

Olá pessoal!!

Gostaria de me desculpar pelo intervalo nas postagens. Isso se deveu a um motivo justo: meu aniversário! Aconteceu ontem e por estar, nos últimos dias, em trânsito, acabe me envolvendo em outras atividades.

Enfim, a provocação que trago agora é mais ou menos sobre a situação de comemorar aniversário. Algo simples e obrigatório!

Vamos lá... tenho ouvido muito falarem que há emprego disponível, o problema tem sido a falta de qualificação da mão de obra. Outras colocações se referem a falta de competência para execução de serviços domésticos, como carpintaria e pintura, por exemplo. Concordo com as duas. Agora a minha provocação se refere a nossa extrema habilidade de complicar as coisas...

Complicar as coisas? Sim, desde os relacionamentos conjugais, passando por relações nas equipes de trabalho, as tarefas do dia-a-dia, até a execução de trabalhos mais complexos... mas que podem adotar uma conotação mais fluida, menos tensa.

Ah, fechando a conexão... Jamais estamos satisfeitos... por que ao mesmo passo que paira esse pensamento coletivo sobre o mercado de trabalho, surgem os "Profissionais Super-qualificados"!! Vai entender!

10.18.2007

Gestão de Equipes Esportivas

No ano de 2005 participei de aulas e algumas atividades de extensão no Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina. Meu objetivo era empreender estudos na área da Psicologia do Esporte, desenvolvendo paralelos entre Equipes Coorporativas e Desportivas. A base de meu raciocínio são os autores KATZEMBACH e SMITH, os quais publicaram diversas obras sobre gestão de equipes com foco na performance!São flexíveis e adaptáveis a cada cultura corporativa.

Bom, fato é que, no país do futebol, as comparações com Equipes Futebolísticas é inevitável... mas nem sempre coerentes! Ainda mais depois de um 5 x 0 contra o Equador! Voltando, muitas vezes as equipes NÃO DEVEM trabalhar juntas, nem próximas!! Nossa idéia aqui é provocar o esforço pessoal e, posteriormente, o esforço e o prazer em compartilhar, ensinar/aprender!! Um processo espiral e infinito!

Experimente! Seriam, assim, três visões sobre as tarefas em quesão!! O tempo é otimizado desta maneira!! Claro que a comunicação neste formato de trabalho é fundamental... do contrário, corremos o risco de relizarmos trabalhos idênticos! rsrsrs!!

Atentos à flexibilidade proposta pelos autores... este formato de trabalho não deve ser "lei"! Imagine se,num jogo de tênis, os jogadores forem estimulados a jogarem física e mentalmente próximos!! Eles devem estar juntos estrategicamente... diferentemente do futebol, esporte que precisa de proximidade entre os jogadores.. tática, física, mental... é um raciocínio muito complexo para ser defendido em 10, 20 linhas! Fica a provõcação!

Agora a paulistada tem que lotar o Morumbi!!
Abraço!!

10.15.2007

Check-in 2

Check-in 2??

Acabei pegando o citado programa pela metade... para a nossa felicidade e entusiasmo, há uma parte em que ele adota versão espanhola!! Isso, profissionais de hotelaria encenan situações em que a lígua espanhola é "dissecata"!!

Hasta luego!!

10.11.2007

Check in!

Estou em Florianópolis (SC). Assistindo a uma emissora local, tive uma boa surpresa!! Está no ar um programa chamado "check-in: english classes". São aulas iniciais de língua inglesa. O interessante, para nós da área de turismo, é que as aulas são dirigidas a situações vividas neste meio profissional.

Acontecem entrevistas com profissionais de hotéis e outras empresas ligadas ao "negócio" hospitalidade. Nada melhor para quem está iniciando - seja no aprendizado do idioma inglês ou no turismo - assistir a quem vive esta realidade diariamente. Quem sabe esta idéia pega e nós possamos multiplica-la em nossas empresas?!?!

Would you?!?
Bye bye!!

10.06.2007

Revista Exame

A Revista Exame está promovendo uma série de quatro edições especiais sobre o desenvolvimento do Brasil durante as quatro décadas em que ela existe. Trata-se de uma série de revistas comemoratias por seus quarenta anos de existência!

O foco da terceira edição é comparativo entre as condições sociais do passado e do presente, além de prospecções. O que mais me chamou a atenção é o dado: "No Brasil, os trabalhadores tem 4,5 vezes mais chances de subir na vida do que de sofreum revés. Somente a Coréia do SUl, com índice 6, supera o país nesse quesito".

Será que nossas empresas estão oferecendo ambiente corporativo condizente com esta pesquisa? Será que o RH tem colaborado em difundir procesos de feed-back neste sentido? Temos colaborado para que os subordinados sejam 4,5 vezes mais bem sucedidos que os líderes? Até que ponto os níveis de "motivação", os planos de carreira, as oportunidades de mercado tem nos feito almejar este "gol"?!?!

Intrigante e provocador!
Um ótimo final de semana!!!
Aristides Faria

10.04.2007

E a nossa marca?!

Olá pessoal!!

Gostaram de nossa marca? Esta logomarca deriva-se de um projeto relativamente antigo... acredito que de 2002. Em parceria com Fabrício Stadnik, colega de faculdade, desenvolvemos o projeto "Futuro do Planeta". Dedicava-se, por essência, promover o turismo sustentável e as diversas alternativas de interação entre humanidade e natureza.

À reboque desenvolvi ainda outros. Cada um com iício, meio e fim (este nem tanto determinado). De tantas experiências... acabei migrando à área de Gestão de Recursos Humanos e, agora, inicio este novo empreendimento. Ou "cyber empreendimento"! Quem diria, das fábricas caseiras de massas chegamos aos virtual business!!

Bom, voltando ao papo da "marca"... tentei exprimir a Globalização na figura do globo (que ainda apresenta as calotas polares); expressar a conectividade por meio das linhas azuis e a Interação entre os povos por meio da hospitalidade, do prazer em receber e ser bem recebido. Isso me lembra a fábula do espelho quebrado... mas essa eu conto amanhã!!

Um forte abraço!!

10.03.2007

Gestão de Equipes!!

O desempenho das equipes operacionais deve ser monitorado permanentemente e administração direta deve oferecer feed-back constante aos colaboradores, sempre exaltando os pontos fortes e buscando reavaliar as deficiências, sejam habilidades intelectuais ou comportamentais.

A comunicação deve ser clara, evitando ruídos. Assim estar-se-á evitando mal entendidos entre gestor e colaboradores e/ou entre estes mesmos. Além disso, honestidade e franqueza fomentam uma mão dupla de avaliação, gerando mais coesão, interação e “quebra de barreiras”, facilitando, assim, a assimilação de críticas.

E então?! Buscando fugir do que é sempre dito em relação ao "trabalho em equipe"... o que vocês pensam sobre a interação entre os times de trablaho?! Qual o papel da hierarquia?! Qual deve ser o peso da opinião de cada participante?! Quando deve pesar a visão de quem, aparentemente, está de fora?!

Vamos lá, participem!!

10.02.2007

Apresentação da proposta!

Caros amigos,

Antes de tudo, sejam todos muito bem vindos!!

Inauguramos hoje, em 03 de outubro de 2007, este espaço que objetiva promover a discussão e o aprimoramento da gestão de equipes em serviços de hospitalidade. Pretende-se servir como "blog" de encontro e local para desenvolvimento de nossa network.

Temos uma sequência de textos já desenvolvidos [que serão misturados a notícias, eventos e oportunidades]. Trata-se de um programa, primeiro, por não ter um final previsto. Logicamente há um propósito e momentos de parada e reavaliação das metas e do nível de satisfação de nosso público-alvo. Em segundo lugar, é um processo de aprendizado e debate. Assim como aprenderão com os artigos publicados, aprenderei para escrever-los e com o retorno oferecido pelos leitores. Este é o processo de construção do conhecimento.

Nossa proposta de trabalho de equipe tem quatro pilares. Na verdade fazemos distinção entre trabalho de equipe e trabalho de grupo. Há aqueles que tratam as duas estratégias de ação indistintamente.

Saiba desde pronto que “polemizar” é uma de nossas tarefas. Enfim, nossos quatro pontos de apoio são: realização de objetivos e metas, relacionamento de coesão entre as pessoas e com as tarefas, senso de responsabilidade (individuais e coletivas) e entrosamento de habilidades.

Para abraçar todos estes assuntos com eficiência e boa qualidade, é pretendida a realização de entrevistas com gestores, líderes e profissionais de recursos humanos dos setores de Turismo, Hotelaria e Gastronomia.

Será bastante trabalhoso, mas enriquecedor a todos que compartilharem e contribuírem no processo de construção deste programa.

Um forte abraço!

Sucesso sempre,

Aristides Faria